Do campo à mesa: os valores sustentáveis da Unilever

 

Esta semana recebi por aqui uma cesta muito bacana com alguns produtos da Unilever, para mostrar o compromisso da empresa com a alimentação sustentável. Além de conhecer as marcas e sua qualidade, é muito legal que estão comprometidas em fornecer aos clientes a garantia de um produto preocupado com o ambiente e com as pessoas desde sua origem até a gôndola do supermercado.

A Unilever está comprometida em produzir alimentos seguros, de alta qualidade, nutritivos e acessíveis respeitando o meio ambiente, melhorando as condições de trabalho dos produtores rurais e gerando menos desperdício. Confira abaixo os 5 compromissos com a nutrição sustentável da empresa e alguns exemplos de produtos que ilustram essa iniciativa tão bacana.

  1. Bom para as pessoas, bom para o planeta
    Alimentos nutritivos produzidos de forma sustentável

    • 100% do cacau utilizado no sorvete Magnum possui certificação “Rainforest Alliance”, que permite a rastreabilidade da cadeia de suprimento;
    • As frutas utilizadas na produção do sorvete Fruttare da Kibon são autoverificadas pelo Código de Agricultura Sustentável da Unilever;
    • O tomate utilizado no ketchup Hellman’s é originário de fontes sustentáveis;
    • A maionese Hellman’s utiliza ovos de galinhas caipiras, criadas livres de gaiolas e óleos com fontes sustentáveis;
    • O tomate desidratado Knorr tem teor de água de apenas 2%, o que torna a embalagem compacta economizando espaço de estoque e transporte.
  2. Saúde e bem estar
    Soluções que possibilitam a escolha de dietas mais saudáveis

    • Hellman’s Oliva contém gorduras boas e é uma alternativa para uma dieta equilibrada;
    • 30% do volume de vendas cumpre as metas de nível de sal possibilitando a ingestão de 5g por dia;
    • Knorr Balance tem 30% menos sódio que o caldo tradicional.
  3. Fortificação de alimentos
    Alimentos fortificados para ajudar a resolver deficiências nutritivas

    • Cremogema é fonte de vitaminas ~ A, B1, B3, B6, B12, C e Ácido Fólico ~ e minerais ~ ferro e zinco.
  4. Culinária nutritiva
    As pessoas devem adequar a alimentação ao seu estilo de vida e orçamento familiar

    •  As receitas compartilhadas pelas marcas são avaliadas por uma equipe de nutrição, atendendo aos padrões de dietas balanceadas;
  5. Redução de desperdício
    Redução de resíduos de alimentos e embalagens do campo à mesa

    • O projeto da Unilver “Nothing to Waste” reduz internamente o desperdício de comida e ensina os consumidores, através de receitas e dicas no recepedia.com a cozinharem utilizando todas as partes dos alimentos.

E aí, o que achou desta novidade?
Conta aqui 🙂

    Plantas dentro de casa

     

    Quem acompanha o blog e as redes sociais da Casa da Caubi sabe que plantinhas e temperos no cantinho da varanda são minha grande paixão. Mas não foi sempre assim… moro há quase 6 anos sozinha e fui aprendendo com o tempo ~ e os conselhos de mami ~ que cada planta precisa de um cuidado diferente e depois de muitos erros, aparecem alguns acertos e elas vão durando cada vez mais.

    Portanto, resolvi compartilhar por aqui algumas dicas que aprendi ao longo desse tempo para fazer com que seu jardim e/ou hortinha dure mais, mesmo que elas fiquem dentro de casa.

    PLANTAS EM APARTAMENTO
    Eu nunca morei em casa, mas sei que o modo de cuidar das plantinhas dentro de apartamento é bem diferente. Para fazer esta adaptação é preciso verificar alguns fatores como posição do sol ao longo do dia, temperatura e umidade dentro de casa.

    Aqui em casa, todas as minhas plantas e temperos ficam na varada. O sol que bate por aqui é o sol da tarde, que é bem forte principalmente no verão e deixa o ambiente muito quente porque a varanda é fechada com vidro. Esse é um dos principais pontos para prestar atenção: plantas de sombra não se dão bem no ambiente da varanda, portanto quando eu compro orquídeas, lírios da paz ou antúrios, por exemplo, deixo na sala de jantar para não receber tanto sol diretamente. Em tempos de verão, minhas plantinhas ficam mais afastadas do calor e deixo que elas recebam a luz do sol na hora mais fresca; sol direto e muito calor podem queimar as plantas e a ausência dele deixam as plantinhas mais fracas.

    Outro ponto importante: é preciso ter plantas de acordo com o espaço que você tem disponível. Não adianta eu tentar criar uma samambaia por aqui, pois ela não irá crescer com saúde ou então irá expandir além do espaço disponível. Os temperos mais indicados para espaços pequenos são orégano, manjericão, manjerona, pimenta, alecrim, hortelã e tomilho. Para plantas, tenho bastante suculentas e algumas jibóias que se adaptam a espaços pequenos.

    O mais indicado é cultivar as plantinhas e temperos em vasos separados, para que cada uma cresça no seu próprio ambiente, seu próprio tempo e criem suas raízes separadas. Eu junto algumas delas dentro do meu caixote, mas sempre em vasos separados, pois além de tudo, os vasos com furinhos embaixo são os mais indicados para que as plantinhas possam respirar adequadamente.

    Eu raramente tiro as plantinhas do vaso que as acompanham quando eu compro do mercado ~ aquele de plástico preto, sabe? ~ mas se você quiser começar seu vaso, para os temperos o mais indicado é plantar em um solo leve, sem pedras ou pedaços de madeira para não atrapalhar o crescimento da raiz.

    Os temperos gostam bastante do clima da primavera e verão, com sol e temperatura na casa dos 25 graus. Tome cuidado para não passar muito disso senão as plantas queimam com facilidade e, se tiver muito frio, elas morrem mais rápido também.

    Vale a pena se atentar à quantidade de água para as plantinhas, para dosar bem e fazer com que elas durem por mais tempo. Por aqui, eu já compro os temperos mais ‘adultos’, então normalmente rego uma vez por dia. Para quem está começando agora, existe um teste simples e bem eficaz para ser feito e checar se a plantinha está com água o suficiente: pegue um pouquinho de terra do seu vaso e aperte. Se escorrer água pela terra, o vaso está encharcado e com muita água; se a terra esfarelar entre seus dedos, o vaso está muito seco. O ideal é ter a terra úmida, mas sem exageros. Eu sempre molho minhas plantinhas na parte da manhã.

    É importante saber que cada plantinha precisa de atenção e cuidado individual, além do seu próprio tempo. Com carinho e atenção, elas crescem e se adaptam ao seu ambiente.

    E aí, o que achou destas dicas?
    Conta aqui 🙂

      Brigadeirão fácil e gostoso

       

      Que tal aproveitar o final de semana e fazer um doce super gostoso e MUITO ~ mas MUITO ~ fácil? Este brigadeirão não requer prática nem tão pouco habilidade. Só misturar os ingredientes e levar ao micro-ondas que você irá servir o sucesso da família. Vem ver como fazer pra testar hoje mesmo!

      Ingredientes:
      1 lata de leite condensado
      1 lata de creme de leite
      1 xícara de chá de chocolate em pó
      1 colher de sopa de margarina
      3 ovos inteiros

      Modo de fazer:
      Bata os ovos por 1 minuto no liquidificador, depois adicione os outros ingredientes e bata no liquidificador por mais 5 minutos ou até todos ficarem homogêneos.

      Coloque a mistura em uma forma de vidro untada com manteiga e leve ao micro-ondas por 6 a 8 minutos. Espere ficar morno pra desgrudar, tire da forma e depois deixe 1 hora na geladeira pra esfriar. Está pronto para levar à mesa e servir aos seus convidados!

      Mais fácil, impossível!

      Depois me conta o que achou 🙂

        Sanduíche de brie e parma

         

        Que tal dar as ‘boas-vindas’ ao feriado com um lanche delicioso, diferente super fácil de fazer? É ótimo para receber os amigos ou preparar na hora da preguiça e o mais legal: pode ser preparado e servido quente ou frio. Você escolhe! Veja como fazer:

        Ingredientes:
        1 pão ciabatta
        1 peça de queijo brie
        100g de presunto parma
        Azeita, sal e pimenta do reino para temperar

        Modo de fazer:
        Corte o pão ciabatta ao meio e regue seu interior com fios de azeite e um toque de sal. Disponha de um lado fatias de presunto parma e do outro lado, o queijo brie. Tempere com pimenta a gosto e leve ao forno médio (cerca de 200 graus) por 15 minutos, apenas para dar uma crocância ao pão.

        Retire do forno e está pronto para servir.

        E aí, o que achou desta receita?
        Conta aqui 🙂

          Bolo de especiarias & maçã

           

          Que tal começar a semana com um bolo delicioso e super diferente?

          Semana passada fui assistir a uma aula na Cozinha Show, um espaço de culinária no Shopping Market Place promovido pelo festival Restaurant Week. Esta aula foi patrocinada pela marca tão querida Kitchenaid, a qual a chef Roberta Julião ~ do café Da Feira ao Baile ~ ensinou a receita de um bolo de especiarias com maçã. Depois da aula pudemos provar o bolo e posso afirmar: é maravilhoso! E depois de conseguir a receita, precisava compartilhar aqui para que você pudesse experimentar na sua casa.

          Eu vou reproduzir em breve para surpreender a família em um café da tarde. Vem conferir o passo a passo completo.

          Massa
          Ingredientes:
          1/2 xícara de leite integral
          100 gramas de manteiga
          1 xícara de açúcar refinado
          3 ovos
          160g de melado de cana
          1 colher chá de mix de confeiteiro Br Spices
          1 colher de café de canela em pó
          1 e 1/2 xícara de farinha de trigo
          1/2 colher sopa de fermento
          Especiarias variadas (cardamomo, canela em pau, anis estralado, cravo, noz moscada ou outras de sua preferência)

          Modo de fazer:
          Unte 3 formas de 15 cm de diâmetro e fundo removível com manteiga e farinha, em seguida separe e pese todos os ingredientes. Separe as claras das gemas e reserve.

          Ferva o leite com as especiarias, desligue, coe e reserve.

          Na batedeira, bata em potencia máxima, as gemas com o açúcar e a manteiga por dez minutos.

          Diminua a potência da batedeira para mínima e adicione aos poucos a farinha, a canela, o leite e o melado intercalando-os até acabar. Reserve.

          Bata as claras em neve. Adicione o fermento à massa e misture levemente com a ajuda de uma espátula e depois incorpore com cuidado (sem bater ou misturar muito) as claras em neve à massa.

          Distribua 165 gramas de massa em cada forma e asse por aproximadamente 30 minutos em forno baixo pré-aquecido.

          Recheio de maçã
          Ingredientes:
          2 maçãs fuji
          2 maçãs verde
          1 colher chá de canela
          Suco de ½ limão
          1 colher de sopa de açúcar mascavo

          Modo de fazer:
          Rale as maçãs e reserve. Em uma frigideira em fogo baixo, misture as maçãs e todos os outros ingredientes e cozinhe-as em fogo baixo por aproximadamente 15 minutos. Resfrie e reserve.

          Montagem
          Ingredientes:
          1 lata de doce de leite
          Maçã crocante desidratada

          Modo de fazer:
          Distribua o recheio de maçã entre as duas camadas de recheio, cubra a última camada com doce de leite e finalize com maçãs crocantes quebradas por cima.

          E aí, o que achou desta receita?
          Conta aqui 🙂