Um final de semana em Cunha

 

Este final de semana foi super especial por aqui 🙂

Consegui reunir uma parte da família e fomos para Cunha, no interior de São Paulo. Com quase 22 mil habitantes, a cidade fica a pouco mais de 250 km da capital, na região do alto Paraíba. O município  ocupa 1.410 km² de colinas e montanhas, aninhadas entre as serras da Quebra-Cangalha, da Bocaina e do Mar. Limita-se com Ubatuba, São Luiz de Paraitinga, Lagoinha, Guaratinguetá, Lorena, Silveiras, Areias, São José de Barreiro no estado de São Paulo e Angra dos Reis e Paraty no estado do Rio de Janeiro.

Com altitude média de 1.100m, o ponto mais alto da cidade é o Pico da Pedra da Macela, a 1.840m do nível do mar; ponto super especial em que é possível avistar Angra dos Reis e Paraty com uma vista de tirar o fôlego. Infelizmente, não conseguimos fazer esta trilha desta vez. Por ser bem cansativo e exigir um preparo físico extra, deixamos para uma outra oportunidade…

Mesmo assim não faltaram atividades em meio à natureza, estúdios de cerâmica, cervejas artesanais e muita história.

Saímos de São Paulo bem cedo e seguimos em direção à Cunha pela Rodovia Dutra: com duração de pouco mais de 3 horas e 30 minutos de viagem, chegamos ao nosso destino em um sábado frio porém ensolarado e sem nuvens. Nossa escolha de hospedagem foi a pousada Cheiro da Terra. Com ótima localização e atendimento super cordial, cada parte da família ficou hospedada em um chalé diferente super aconchegante e confortável.

Em seguida, saímos para explorar a cidade e fomos conhecer o Ateliê da Cerâmica, a igreja matriz e almoçamos por ali mesmo (em breve irei escrever especialmente sobre os lugares que fizemos nossas refeições e recomendar comidinhas deliciosas para quem está planejando uma viagem para Cunha, não deixe de acompanhar os próximos posts!).

A pausa para o café da tarde ficou por conta do Moara Café: um dos lugares mais fofos que já fui com uma mistura de plantinhas, comida caseira, empório e exposição de antiguidades… tudo muito lindo e super especial. Esta é uma parada obrigatória!

Em seguida fomos ao Contemplário e depois ao Lavandário. Ambos ficam na mesma estrada e é possível visitar os dois locais no mesmo dia. Primeiro fomos ao Contemplário para conhecer as plantações de lavanda, alecrim e outras ervas. Em seguida, fomos ao Lavandário para admirar o por do sol, um dos mais lindos da região (que eu já vi na vida!).

Se você está procurando um lugar para descansar e conectar-se à natureza, Cunha é o lugar. Em todos os lugares que passamos, é possível sentir a paz e a tranquilidade de uma cidade que vive do turismo e do seu comércio local de cerâmica, pinhão e shitake.

Além disso, a hospedagem e as refeições oferecem um ótimo custo x benefício em um lugar bem pertinho de São Paulo.

Esse foi só o primeiro post, pra dar aquele gostinho de ‘quero mais’. Irei compartilhar por aqui sobre as comidinhas e vem aí um vlog com mais detalhes dos passeios.
Não perca 🙂

    Chez L’OR, a nova cafeteria na Oscar Freire

     

    Para os amantes de café (como eu!), vale a pena conferir esta novidade. A marca francesa L’OR, que estreou sua linha de cafés premium no Brasil no ano passado, acaba de formar uma parceria exclusiva com o restaurante CHEZ Oscar. Em funcionamento desde o início do mês, a Cafeteria CHEZ L’OR vai oferecer aos apreciadores de café premium uma experiência única de sabores e sensações na rua Oscar Freire, em São Paulo.

    É a primeira vez que um bistrô no Brasil recebe uma cafeteria exclusiva L’OR. Os visitantes do CHEZ Oscar poderão degustar e apreciar os grãos cuidadosamente selecionados da marca, que traduzem o Padrão Ouro em Café, produzidos em um processo diferenciado de fabricação e protegidos por embalagens inovadoras cuidadosamente desenvolvidas para preservar a qualidade do café.

    A ambientação e o design do local também foram inspirados nas cafeterias parisienses, com mesas, cadeiras e balcão marcados pelas cores preta e dourada. A parceria entre o CHEZ Oscar e L’OR reforça a origem das marcas, ambas francesas, bem como o significado de CHEZ, que na tradução para o português quer dizer: “Na Casa de”.

    “O Chez L’OR é a casa que reúne a degustação e a experiência de um café de alto padrão para os amantes do café, dentro de nosso espaço na rua Oscar Freire. Aqui você encontra o serviço caloroso e intimista no ponto certo de um grupo que atua há 10 anos no mercado”, explica Sebastien Orth, Diretor e fundador do Grupo Chez.

    A Cafeteria CHEZ L’OR conta com a opção da versão Grãos Torrados para Espresso, blend Forza, que poderá ser harmonizado com salgados e doces típicos da França.

    Outra novidade da parceria é a abertura da primeira loja física L’OR em um espaço dentro do restaurante CHEZ Oscar que funcionará até o dia 09 de maio. O design diferenciado do espaço é voltado para os apreciadores de café, que poderão adquirir todos os produtos disponíveis no Brasil da linha L’OR. Além disso, o portfólio completo da marca estará disponível no site cafelor.com.br.

    Cafeteria CHEZ L’OR
    Local: Chez Oscar
    Endereço: Rua Oscar Freire, 1128 – Jardim Paulista – São Paulo/SP
    Horário de funcionamento da cafeteria & Loja LOR: Segunda a Domingo: das 10h até 20h

    E aí, o que achou desta novidade?
    Vale super a pena conhecer 🙂

      Sugestão de páscoa na Eclair Moi

      Esta semana pude conhecer pessoalmente um lugar lindo em São Paulo, a Éclair Moi. Especializada neste doce francês ~ a éclair ou bomba, como conhecemos por aqui ~ a marca existe desde 2014 e conta com duas lojas na cidade: na Praça da República e Alameda Lorena, nos Jardins.

      Com o objetivo de democratizar o luxo, a marca vende doces como éclair, macaron, suspiro, trufas, bolos, marshmallow e agora está com uma linha de perfumaria. Tudo ali é feito artesanalmente, o que dá um toque ainda mais personalizado e especial à Éclair Moi.

      E para a época de Páscoa, a Éclair Moi lançou uma coleção de doces super especial, clássica e elegante com dez novos produtos embrulhados em caixas especiais de presente: cinco opções de ovos, três de coelhos de chocolate e duas de caixas com mini ovos que já estão à venda nas lojas físicas e online.

      Os ovos aparecem em diferentes opções: destaque para o de Chocolate belga (feito com blend de 60% cacau e com casca recheada com creme de Nutella, embrulhado em papel dourado e a tradicional fita preta – 290g, R$ 119,90). As demais opções são de Chocolate ao leite (nas cores prata, rosa e azul, recheados com suspiros de baunilha – 190g, R$ 80,90). Para os amantes de Chocolate branco, a Éclair Moi preparou um ovo de embrulhado em um elegante papel vermelho metálico, também recheado de suspiros (190g, R$ 80,00) .

      Para quem gosta de presentear com diversão, o famoso coelhinho também está presente na coleção. Dentro de uma caixa transparente, o coelho dourado também é de Chocolate belga e recheado de Nutella (260g, R$ 109,90), o coelhinho vermelho é de Chocolate branco (190g – R$ 59,90) e o clássico, de Chocolate ao leite também faz parte da coleção (190g, R$ 59,90 ).

      A confeitaria também preparou um mimo especial para presentar, são caixas com três mini ovosde Chocolate ao leite, recheado com suspiros (90g, R$ 19,90) ou a versão de Chocolate ao leite, recheado com Nutella (103g, R$ 25,90).

      Os produtos estão disponíveis entre os dias até o domingo de Páscoa, dia 01/04/2018.
      Vale a pena conferir 🙂

        Vídeo novo: viagem Tramontina

         

        E hoje tem vídeo novo no ar!

        Na semana do dia 5 de março fui convidada pela Tramontina para conhecer a TEEC – fábrica que produz os equipamentos de cozinha da marca – em Carlos Barbosa, no Rio Grande do Sul.

        Com uma estrutura moderna, grande parte da fábrica é automatizada e robotizada. São produzidos diariamente mais de 7 mil itens entre pias, cubas, tanques, coifas, cooktops, fornos, lixeiras, cachepôs e acessórios.

        A Tramontina atua no mercado brasileiro e no exterior com 10 fábricas no Brasil (sendo 8 no estado do Rio Grande do Sul) e 16 centros de distribuição fora do país. É uma empresa familiar com mais de 107 anos de compromisso com o cliente e com a gestão da qualidade.

        No dia da visita foi possível acompanhar a produção de coifas (única empresa no Brasil com produção de coifas no próprio país) e comprovar a qualidade e o carinho com o que tudo ali é desenvolvido.

        Além disso, pudemos conhecer a loja conceito da Tramontina em Farroupilha e se apaixonar pelas pessoas e pelas cidades gaúchas.

        Aperta o play e vem comigo nessa viagem!

        E aí, o que achou desta viagem?

        Corre pro canal da Casa da Caubi no Youtube e se inscreva pra receber as novidades antes de todo mundo! 🙂