The Opening Brastemp

 

Ontem foi noite de novidade na Brastemp Experience: a marca lançou “The Opening” uma websérie culinária com 3 chefs renomados para desafiá-los a sair do lugar comum e criar novidades inéditas na cozinha da Brastemp para o público.

Além da série ser exibida no youtube, o público poderá adquirir a experiência de jantar os menus preparados com exclusividade pelos chefs e ainda conhecer a incrível casa da Brastemp Experience, localizada nos Jardins em São Paulo. Para os amantes e fãs da gastronomia premiada, esta é a grande oportunidade de vivenciar a rotina de um chef premiado de pertinho.

Os chefs
Rodrigo Oliveira: famoso pela brasilidade do seu cardápio e pelos prêmios nacionais e internacionais que conquistou (o último nacional foi o de “melhor comida brasileira de 2018” pela Vejinha), atribui todas as conquistas ao longo dos seus 16 anos de carreira, ao trabalho feito feito em seus restaurantes Esquina e Mocotó. O Esquina, que tem 4 anos de sucesso e uma estrela Michelin, encerrará as atividades em Outubro/2018. Isso se deve a novidade que é a abertura de um novo restaurante que une arte, música e gastronomia e com objetivo de resgatar a comunidade.

Bel Coelho: Premiada chef de seu restaurante Clandestino, apresentadora do Receita de Viagem (TLC Discovery), Bel é formada em gastronomia pelo Culinary Institute of America (CIA). Ao longo da sua trajetória, trabalhou com grandes chefs em alguns dos mais importantes restaurantes do mundo, como o El Celler de Can Roca. Foi durante esses anos que a chef adquiriu experiências e um repertório rico em técnicas clássicas e de vanguarda.

Rodolfo de Santis: conhecido pela sua tradição italiana, Rodolfo é Chef e sócio Nino Cucina, um dos seus restaurantes na cidade São Paulo. Ao longo de seu carreira, trabalhou em cozinhas estreladas, como o Le Cine Four Season de Paris (duas estrelas Michelin), e o La Pergola, em Roma (três estrelas Michelin). Em 2015, inaugurou o seu primeiro restaurante, o Nino Cucina. Em 2016, foi eleito Chef Revelação pela Revista Prazeres da Mesa, e Chef do Ano pela Revista Veja São Paulo Comer&Beber – duas das principais publicações de Gastronomia do País.
Vale a pena conferir!

    As comidas do jardim para a mesa

     

    Que tal terminar a semana com ideias deliciosas, floridas e coloridas para celebrar a primavera? Para hoje, separei as receitas preparadas pela Bru no evento ‘Do jardim para a mesa‘ realizado no dia 15 de setembro no Shopping Garden em São Paulo.

    Além de deixar a mesa muito mais alegre, estas receitas vão surpreender o paladar dos seus convidados. Confira abaixo:

     

    Bolo de lavanda
    Este bolo é fofinho, leve e perfeito para acompanhar um café preto. Pode ser servido para receber os convidados em um brunch ou logo após o almoço em porções individuais. Além de gostoso, fica lindo para compor uma mesa de primavera.

     

    Quiche de tomate e manjericão
    Um clássico nunca sai de moda né? Essa quiche é um dos meus pratos favoritos da Bru. Super saborosa e versátil, pode ser adequada ao recheio que você quiser. Nesta versão, a ideia foi colher os temperos ~ manjericão, tomilho e alecrim ~ dos vaso direto da mesa, que fazia parte da decoração. Assim, é possível fazer com que os convidados sintam-se parte da receita de maneira divertida e informal.

    A Bru fez a receita em duas versões: redonda e retangular para mostrar que tanto na cozinha quanto à mesa não existem regras e que quando a gente faz com carinho, tudo fica mais bonito sempre.

     

    Torta de iogurte e flores
    Para a sobremesa: frutas e flores. Esta é outra receita da Bru bastante versátil e pode combinar o recheio de acordo com a sua preferência. Neste caso, o recheio é de iogurte de morango… por isso ficou com esse tom de rosa incrível. Mas você pode adaptar à sua cor e sabor favoritos; use a criatividade!

    O toque especial da receita ficou com as flores comestíveis. No evento, a Bru escolheu usar a flor ‘amor perfeito’ mas você também pode variar e usar capuchinhas, pétalas de rosa, lavandas e outras tantas plantas que podem ser utilizadas na culinária. Importante: antes de utilizar as flores comestíveis na sua receita, verifique a sua procedência e se foi utilizado algum agrotóxico ou composto químico que possa comprometer a sua receita.

     

    Vasinhos de brigadeiro
    Para finalizar e agradecer, minha mãe preparou brigadeiros de chocolate que entregamos aos convidados e participantes do evento. Finalizamos com folhas de hortelã para simular vasinhos comestíveis. Uma ideia simples e fácil de fazer, que foi um verdadeiro sucesso no evento! Além de ser barata, essa sugestão pode servir como uma sobremesa diferente para levar o jardim à mesa.

    E aí, o que achou deste cardápio recheado de flores para começar bem a primavera?
    Conta aqui 🙂

      Restaurant Week e a Cozinha Show no Shopping Market Place

       

      Pensando não apenas promover o acesso à alta gastronomia por meio de menus fixos a valores únicos, a São Paulo Restaurant Week realiza a segunda edição do Cozinha Show, evento que tem como objetivo democratizar o acesso à educação gastronômica. O espaço personalizado é produzido em parceria com o Shopping Market Place, que recebe o evento entre os dias 27 de setembro a 06 de outubro.

      Ao todo, serão 18 aulas gratuitas ministradas por grandes chefs. Às quartas, quintas, sextas e domingo serão duas aulas por dia, às 14h30 e às 19h30. Já aos sábados o espaço recebe três aulas: às 14h30, 16h30 e 19h30.

      Cada aula conta com 80 vagas e a entrada é gratuita. A programação completa e formulário de inscrição para as aulas estarão disponíveis clicando aqui.

      Para auxiliar os chefs durante a preparação do menu das aulas show, a Restaurant Week promove ainda um intercâmbio educacional apoiado pela FAM – Faculdade das Américas. Os alunos do curso de gastronomia da instituição estarão presentes para colaborar com toda a programação do evento.

      Paralela ao Cozinha Show, a 23ª edição da São Paulo Restaurant Week acontece entre os dias 28 de setembro e 21 de outubro com o tema “Menus de Sucesso”. As cerca de 180 casas participantes criam um menu especial, com entrada + prato principal + sobremesa, em duas categorias diferentes: Tradicional e Premium. Para o menu Tradicional, o almoço sai por R$ 46,90 e o jantar R$ 58,90. Já no Menu Premium, para o qual é obrigatório fazer reserva pelo site do evento, o almoço sai por R$ 68 e o jantar R$ 89. Os valores são fixos para cada menu.  Além disso, os consumidores podem doar R$ 1 no valor final da conta para a Fundação Cafu. Outra forma de fazer o bem é doar as notas fiscais sem CPF para a APAE SP – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, por meio do aplicativo da Nota Fiscal Paulista.

      A programação está imperdível, confira abaixo:

      E aí, o que achou da programação? Não perca tempo, inscreva-se e aproveite 🙂

        Do jardim para a mesa

         

        Gratidão é a palavra que define o dia, a semana, o mês e a vida. Depois de muito planejamento, eu e a Bru Calderon conseguimos tirar do papel um grande sonho: realizar um evento juntas. E não poderia ser mais incrível.

        O local escolhido foi o Shopping Garden ~ um grande parceiro do blog ~ localizado na zona sul de São Paulo, que concentra infinitos tipos e espécies de flores, plantas e temperos além de itens para decoração em um amplo e harmonioso espaço.

        E o cenário foi o gazebo do Shopping Garden, localizado no piso superior junto com os itens de decoração. Não poderia ser mais lindo: um ambiente aberto, convidativo e que se transformou em um cenário para receber do Jardim para a Mesa. Este, inclusive era o nome do evento.

        Com o conceito de levar à mesa e aos convidados os itens de jardim, flores e temperos, eu e a Bru tentamos traduzir isto em uma manhã de sábado em que as pessoas que estivessem ali pudessem compartilhar conosco ideias, receitas e propostas para receber em casa e transformar o ambiente para esperar a estação mais florida do ano: a primavera.

        O foco estava na mesa posta sob o gazebo mas também fizemos questão de montar um cantinho do café, em um carrinho lindo e retrô bem na entrada. E ali montamos um cantinho com dupla função: servir um espumante para receber e um café com bolo para despedir.

        E como tudo vira flor, o gelo ganhou destaque para refrigerar as bebidas enquanto os convidados não chegavam. Uma ideia simples, barata e que reaproveita aquelas flores que já estão ficando feias e você não tem coragem para descartar. Que tal acrescentar água em uma forminha de cupcake e levar ao congelador? Este é o resultado:

        Na nossa decoração, um dos principais objetivos era dar múltiplas funções a um mesmo objeto: e este é um exemplo. Um vaso que virou recipiente para guardar rolhas e enfeitar a mesa. Além de levar um charme extra à decoração, é possível usar a criatividade e inovar na hora de servir.

        De volta à mesa principal, nossa proposta foi levar todos os temperos à mão dos convidados. Com uma mistura de textura e cores, nossa paleta principal era: rosa, cobre e cimento.
        – Rosa: cor que remete à delicadeza da primavera e tranquiliza os olhos
        – Cobre: luxo, brilho e a cor tendência da estação
        – Cimento: informal, rústico e tudo a ver com jardinagem

        Entre estas cores, utilizamos alguns pontos mais fortes como o azul dos jogos americanos, o pink dos guardanapos, lilás da lavanda para enfeitar o bolo e a mesa e o amarelo das flores para alegrar, contrastar e harmonizar ainda mais a decoração.

        Em um ambiente informal, os convidados podem se servir com o seu tempero favorito. Basta esticar o braço e escolher o que mais combina com a receita servida de acordo com o paladar de cada um.

        Em todos os lugares para comer ~ ao todo eram 6 ~ havia a combinação: jogo americano, prato raso e prato para sobremesa, guardanapo, talheres, taça para vinho, copo para água e um pratinho que usamos como descanso para talher. Não repetimos a decoração de nenhum dos lugares. A proposta é reproduzir o que temos em casa: pratos e utensílios coloridos e diferentes podem e devem combinar entre si para deixar uma decoração mais convidativa e despojada.

        Entre as novidades, apresentamos aos convidados o conceito de vasos autoirrigáveis da marca Vasos Raíz. Agora também não existem desculpas para quem não tem tempo ou jeitinho para cuidar de plantas. É só preencher o espaço com água quando o vaso secar e pronto. E para deixar o evento ainda mais interativo, sorteamos estes vasos que compunham a decoração entre os presentes no evento, um super presente né?

        Foi lindo ver tanta gente querida, interessada e participativa em uma manhã deliciosa!

        Que venha a primavera repleta de flores, lindas mesas, receitas gostosas, amizades douradoras e muito amor!
        Até o próximo evento 🙂

          Comida tem valor: macarrão com molica

           

          Com a mensagem “comida é muito boa para ser desperdiçada”, ontem fui convidada para um evento incrível promovido pela Hellman’s em parceria com a Fruta Imperfeita, Flor Gentil e a ONU: O restaurante sem comida.

          O convite do evento foi uma sacola térmica com duas marmitas. Nestas marmitas, os convidados teriam que levar seus restos de comida para experimentar uma grande transformação: o chef de cozinha David Hertz iria criar um prato totalmente novo e surpreendente com os ingredientes das marmitas.

          Em uma aula de culinária, aproveitamento de alimentos e sustentabilidade, o chef e sua equipe mostraram toda a habilidade e intimidade com a cozinha para criar pratos totalmente novos com os ingredientes levados pelos convidados. E entre folha de beterraba, grão de bico, linguiça, aspargos, ovo e outros tantos restos de comida, foi comprovado que a gente desperdiça muito produto bom para o consumo que poderia ser reaproveitado e não jogado fora.

          Em uma pesquisa promovida pela Unilever, foi comprovado que 61% dos brasileiros assumem descartar alimentos em perfeito estado. Segundo o levantamento, entre os mais desperdiçados estão os perecíveis: saladas (74%), vegetais (73%) e frutas (73%).

          E justamente nesta iniciativa de combate ao desperdício, a Hellman’s atuou para nos alertar para a causa: a maionese é um produto que permite combinar ingredientes de uma forma surpreendente e gostosa. São diversas opções deliciosas e o preparo dessas receitas pode ser muito mais fácil do que as pessoas imaginam. Esta conscientização começa dentro de casa!

          Na minha marmita tinha macarrão já cozido, sobra do que comi no almoço e o chef transformou em “macarrão com molica” ~ um prato simplesmente delicioso em que a conta para pagar no final do jantar era a receita do que comemos. Trouxe para casa e tinha que compartilhar por aqui né?

          Então anote a receita, teste em casa e aproveite todos os alimentos que você tem por aí. Acredite: a comida transforma.

          Ingredientes:
          2 colheres de sopa de azeite
          2 colheres de sopa de manteiga
          1/2 cebola pequena picada
          2 dentes de alho picados
          1 colher de café de raspas de limão
          1 pimenta dedo de moça picada
          1 xícara de chá de pão torrado e ralado
          2 colheres de sopa de cheiro-verde picado
          2 xícaras de chá de macarrão cozido (foi o item que levamos na marmita!)
          1 xícara de chá de tomates picados ou molho de tomate
          1 colher de sopa de maionese

          Modo de fazer:
          Em uma frigideira antiaderente, coloque o azeite e a manteiga e leve ao fogo alto para aquecer. Refogue a cebola, o alho, as raspas de limão e a pimenta. Adicione o pão ralado e o cheiro-verde, misture delicadamente, retire do fogo e reserve.

          Em uma panela, misture o macarrão, os tomates e a maionese.

          Retire do fogo, polvilhe a farofa de pão reservada e sirva em seguida. Bom apetite!

          E aí, o que achou desta iniciativa e da receita?
          Conta aqui 🙂