5 filmes para curtir o dia do trabalho

 

Separe o cobertor e a pipoca! Ligue a tevê e coloque no Netflix. Separei por aqui cinco sugestões de filmes para comemorar o dia do trabalho no quentinho do sofá. Não perca e confira:

Não sei como ela consegue
Esta é a história da mulher moderna que precisa conciliar todas as tarefas da sua rotina ~ e muitas vezes ao mesmo tempo. Kate, personagem interpretada por Sarah Jessica Parker, tem dois filhos, marido e trabalha fora. Ela está prestes a ser promovida e tem um projeto importante para desenvolver na sua carreira, porém  precisa lidar com o preconceito dos homens de seu trabalho e das mulheres na escola dos filhos. Super atual e interessante, essa história mostra que é impossível ser perfeita mas que de um jeito ou outro nós conseguimos conciliar tudo.

 

Uma manhã gloriosa
Becky Fuller ~ Rachel McAdams ~ é uma produtora de televisão que, após ser demitida, acaba de conquistar um emprego em uma nova emissora em um programa com baixa audiência. Seu objetivo é melhorar o público do programa e, para isso, terá que contar com o apresentador Mike Pomeroy (vivido por Harrison Ford, simplesmente incrível no papel), um artista antigo e difícil de conviver. O roteiro é muito divertido e o elenco ainda conta com Diane Keaton, imperdível para o feriadão no sofá!

 

Abaixo o amor
Em uma história divertida e com um final surpreendente (sem spoilers!), Renée Zellweger conta a trajetória de Barbara Novak, uma escritora feminista da década de 60 que luta para conquistar seu espaço e publicar um livro chamado “Abaixo o Amor”, no qual aconselha mulheres a manterem apenas relacionamentos sexuais casuais, focando o sucesso profissional e a independência. Ao mesmo tempo, aparece Catcher Block (vivido por Ewan MacGregor), que tentará provar que a escritora é uma fraude.

 

Larry Crowne
Quem me conhece sabe que eu sou totalmente fã do Tom Hanks! Este não foi um filme muito divulgado por aí, mas é uma história que vale a pena ser vista. Larry Crowne é um gerente de supermercado que, ao ser demitido por não ter curso superior, decide recomeçar sua vida do zero e cursar uma faculdade. Lá, ele conhece a professora Mercedes Tainot, vivida por Julia Roberts, e a vida dos dois começa a mudar. Daqueles filme ‘sessão da tarde’ que a gente ama!

 

Quero matar meu chefe
Se você está procurando uma comédia leve para dar boas risadas no feriado, não deixe de assistir a este filme! Três amigos ~ Jason Bateman, Jason Sudeikis e Charlie Day ~ sofrem diariamente com chefes terríveis ~ vividos por Kevin Spacey, Colin Farrell e Jennifer Aniston e não pensam em pedir demissão de seus trabalhos. Então, eles começam a elaborar e colocar em ação um plano para matar seus respectivos chefes de uma forma atrapalhada e totalmente diferente. Vale a pena conferir.

E aí, o que achou destas sugestões?
Conta aqui 🙂

    Continue a nadar… e o novo filme da Dory

     

    E, depois de 13 anos do lançamento de “Procurando Nemo”, estreou ontem em todo Brasil o tão aguardado “Procurando Dory”. Fui conferir e claro que eu adorei. Mas, mais marcante que a volta de personagens tão queridos e a surgimento de novos integrantes à turma de Nemo, Marlin e Dory,  é a lição que fica de toda a história.

    Em uma sessão repleta de crianças, era possível perceber a reação do cinema a cada cena do filme: desde às tiradas e piadas mais engraçadas até a comoção dos momentos mais emocionantes.

    Pra quem conhece a história, sabe que Dory ajudou Marlin a encontrar Nemo no primeiro filme, o qual eles cruzam o oceano enfrentando criaturas perigosas e lugares desconhecidos. Nesta sequência é a vez de pai e filho ajudar a Dory a encontrar sua família. Como ela tem o problema de perda de memória recente, fica ainda mais complicado para lembrar de sua história, de onde veio e quem são os seus pais.

    Desta vez eles vão para a Califórnia e novos personagens aparecem para ajudar na busca. Um deles é Hank, o polvo interpretado na versão dublada por Antonio Tabet. Já amei e preciso de uma pelúcia dele urgente rsrsrs… baleias, leões marinhos e ostras também aparecem no filme que tenta passar a mensagem de que lugar de animal selvagem é solto na natureza e no oceano.

    Dory mostra que, apesar da perda de memória, é possível ser bem humorada e feliz. Ela nos ensina que muitas vezes a nossa vida não acontece de acordo com o que planejamos. E tudo bem, porque às vezes quando a gente não planeja, as coisas podem ser ainda melhores.

    Que a gente seja um pouco mais leve, feliz, espontâneos… e leve um pouco mais de Dory para as nossas vidas.

    IMG_9230

    Para quem ainda não viu, dá uma olhada no trailer pra ficar ainda mais curioso…

    dory

    Corre pro cinema porque a história vale a pena, não importa a sua idade… você vai amar! 🙂

      Novidades no Netflix para o feriadão

       

      netflix-socks

      Eba! Mais um feriado para colocar na conta de 2016 🙂
      E tem coisa melhor do que ficar jogado no sofá de preguiça na companhia de um bom filme? Se esta foi a sua opção, veja a seleção Netflix que separamos pra você, com os lançamentos de abril com apenas um spoiler: filmes imperdíveis!

      Uma Noite Fora de Série
      Steve Carell + Tina Fey <3 precisa falar mais alguma coisa? Daquele tipo de filme que a gente senta e só dá risada. Na história, os comediantes vivem um casal de Nova Jersey que, para fugir da rotina do casamento, saem para jantar em um restaurante super badalado de Nova York e, para conseguir uma mesa, usam a reserva de outro casal e são confundidos com uma dupla de criminosos que está envolvida em um roubo de pendrive. Ao longo do filme eles são surpreendidos com novas informações e não conseguem explicar o mal entendido para a polícia.

      Uma vida em sete dias
      Apesar de ser mais antigo, a lição que este filme transmite é bastante interessante. Angelina Jolie ~ sim, ela está super loira! ~ é Lanie, uma famosa repórter de tevê em Seattle e acredita que tem tudo o que precisa na vida: dinheiro, fama e sucesso. Tudo muda quando ela entrevista um ‘profeta’ de rua que prevê sua morte para a semana seguinte e ela começa a ficar preocupada quando as demais previsões que ele fez começam a acontecer.

      Django livre
      Quentin Tarantino. Acho que não precisa explicar muito né? Este filme foi a maior bilheteria do diretor, que ganhou o Oscar de melhor roteiro original pelo trabalho. A história se passa no velho oeste americano e acompanha um escravo – vivido por Jamie Foxx – que foi libertado por um caçador de recompensas alemão disfarçado de dentista (vivido por Christoph Waltz), e busca resgatar sua esposa escrava de um fazendeiro cruel, interpretado pelo Leonardo Di Caprio. Interpretações intensas e aquelas cenas de luta a la Tarantino; imperdível.

      Blue Jasmine
      Dirigido por Woody Allen e estrelado por Cate Blanchett, este filme conta a trágica e dramática história de Jasmine, uma socialite nova-iorquina que se vê pobre e sozinha depois de descobrir a traição e a falência do marido milionário. Sem saída, ela recorre à irmã, que mora na periferia de São Francisco e tem uma realidade muito diferente daquela a que Jasmine está acostumada. Além de contar uma ótima história, Cate Blanchett levou o Oscar de melhor atriz por este trabalho. Pra encerrar bem o feriado!

      E aí, o que achou desta seleção de filmes?
      Conta aqui 🙂

        Netflix: aquecimento para o Oscar

         

        E depois da ressaca do Carnaval, vem aí um evento super esperado para os amantes do cinema: o Oscar! A edição desse ano vai acontecer no próximo domingo, dia 22 de fevereiro e a expectativa é grande, principalmente com a possibilidade de Leonardo DiCaprio ganhar a primeira estatueta da carreira (<3 sim estamos torcendo!). Para aquecer e entrar no clima da premiação, separei uma lista de filmes que venceram o Oscar de melhor filme e se tornaram inesquecíveis… e o melhor: estão disponíveis no Netflix.

        O Poderoso Chefão
        Um clássico é um clássico e este aqui talvez seja uma das melhores obras do cinema de todos os tempos. O Poderoso Chefão ganhou diversos prêmios e, entre eles, o Oscar de melhor filme em 1973. Dirigido por Francis Coppola, o filme conta a história da família de mafiosos Corleone, chefiada por Don Vito Corleone – personagem vivido pela atuação brilhante de Marlon Brando. A história se passa entre as décadas de 40 e 50 em Nova York e mostra como a família controla negócios ilegais na cidade e está em conflito constante com outras máfias.

         

        Rocky, um lutador

        Outro clássico, vencedor do Oscar de melhor filme em 1977 e trouxe o destaque para Sylvester Stallone, que protagonizou a série de mais 6 filmes sobre o lutador. O filme conta a história do preparo de um boxeador amador da Filadélfia que tem uma grande oportunidade em se tornar um profissional quando o oponente do famoso lutador Apolo Creed se machuca e este apresenta a ideia de lutar com um lutador local da Filadélfia, local desta grande luta. Trilha sonora inesquecível.
        Outra curiosidade: Stallone retorna com o personagem Rocky no filme Creed, nascido para lutar e concorre ao Oscar em 2016 (inclusive é um dos favoritos à estatueta) como melhor ator coadjuvante.

         

        Forrest Gump
        Vencedor do Oscar de melhor filme em 1995, quando me apaixonei de verdade por Tom Hanks (que também ganhou o Oscar de melhor ator por este trabalho). Esse filme é uma grade lição de vida em praticamente todas as cenas. O filme conta a história de Forrest Gump ao longo de várias décadas e mostra como um homem simples do Alabama viajou o mundo encontrando figuras históricas, influenciando a cultura popular e testemunhando fatos históricos da década de 90. Impossível não amar essa história.
        O filme fez tanto sucesso que em 1996 foi aberto um restaurante temático de frutos do mar, chamado “Bubba Gump” e hoje tem várias filiais ao redor do mundo (eu particularmente amo esse lugar!).

         

        Beleza Americana
        Vencedor do Oscar de 2000, este filme é bastante controverso: uns amam e outros odeiam. Eu acho que vale a pena ser visto, principalmente por causa da intensidade das histórias e da fotografia, que é incrível. O filme conta a história de um homem que enfrenta uma crise de meia idade ao se apaixonar pela melhor amiga de sua filha adolescente, que é uma jovem insegura e se envolve com o seu vizinho, um jovem sensível, oprimido pela educação rigorosa do pai. Para a crítica, o filme é descrito como uma sátira às noções de beleza, comportamento e satisfação da classe média americana.

         

        Chicago
        Vencedor do Oscar de melhor filme em 2003, Chicago é um musical e foi baseado na história da famosa peça de mesmo nome da Broadway. O filme explora o status de celebridades instantâneas na década de 1920 e conta a história de duas assassinas que se conhecem na prisão e se transformam em celebridades de musicais, sendo que uma delas é absolvida da morte de seu amante e através da manipulação de seu advogado, o público passar a amá-la. Esta história é baseada em fatos reais. Trilha sonora deliciosa, assim como o figurino dos atores.

         

        E aí, o que achou dessa seleção?
        Conta aqui pra gente se você já tem o seu candidato favorito ao prêmio desse ano! 🙂

          No cinema: Snoopy & Charlie Brown, o filme (Peanuts the movie)

           

          peanuts-17nov2014-03

          Este final de semana fomos à pré-estreia do Snoopy & Charlie Brown, o filme. Para quem é fã do desenho, com certeza vai amar a versão em animação 3D que estará nos cinemas a partir desta semana, dia 14 de janeiro.

          Dos mesmos criadores de “A Era do Gelo” e “Rio”, o filme conta a história de Charlie Brown ~ um garoto com autoestima super baixa e muito azarado ~ e como ele tenta ser o destaque da escola para conquistar a garota que acaba de chegar à turma. Com todos os personagens do desenho (inclusive com cenas do Snoopy aviador), o filme arranca boas risadas e tem uma mensagem emocionante e muito positiva.

          Os cenários são super lindos e muito coloridos. Ao longo do filme, várias imagens da infância vieram à cabeça justamente pelo fato do Snoopy ter sido tão presente na minha vida (e acho que na vida de todos né? Afinal, ano passado o desenho completou 65 anos de existência!). Talvez essa seja a melhor parte do filme: ver com nostalgia como aqueles personagens influenciaram a nossa infância e continuam a passar mensagens para a geração atual. Vale a pena conferir!

          IMG_1182

          Confira aqui o trailer do filme e não deixe de ir ao cinema. Passeio indicado para toda a família e para todas as idades 🙂