Sobre o dia 12 de junho

 

12 de junho: dia dos namorados. Se você vai passar esta data desacompanhado, não desanime. Você não está sozinho. Este texto é para você.

Você, que chegou até aqui com uma bagagem repleta de aventuras e desilusões amorosas tão pesadas que nem sabe como foi capaz de carregá-las e que com o tempo elas só ficaram mais pesadas e as costas começaram a doer. Você não é o único: todos nós carregamos nossa própria história e sim, em alguns trechos da nossa caminhada e da nossa vida, ela vai machucar as pernas, os pés e o coração. Em muitos momentos você pensou em desistir, mas uma força – que você nem sabia que existia dentro de você – foi capaz de te manter vivo e te fez continuar andando e olhando para frente. E acreditando.

Acreditando porque mesmo nos momentos de tristeza, você olha para aquele casal de velhinhos andando lado a lado de mãos dadas na rua e sabe que ainda há esperanças. E comédias românticas.

Atualmente a sua bagagem se tornou um punhado de antiguidades, histórias e memórias as quais não podemos jogar fora ou desfazê-las pois elas já fazem parte da nossa história. Não precisamos olhar sempre para elas, basta apenas saber que elas existem e que são as grandes responsáveis por ter formado a pessoa que somos hoje e os valores os quais acreditamos.

E, mais importante do que querer ter alguém nesta data, é saber que aquilo que não te agrega não vai ter fazer completamente feliz. Sabe aquela frase “antes só do que mal acompanhado”? adote-a para o dia de hoje e para a sua filosofia de vida. Porque enquanto aceitamos migalhas dos outros, estaremos sempre insatisfeitos, cansados e com fome.

Isso foi o que a vida me ensinou e está guardado junto com a minha bagagem: eu sou completa, eu sou inteira e devo ser feliz por mim mesma. Não deixe ninguém te convencer do contrário. Ninguém tem este direito e você não pode ceder isto a ninguém. Sua história é só sua e só você deve permitir com quem compartilhá-la.

Por isso hoje – e sempre – joguei o meu destino para o que o universo se encarregue de trazer para mim o que eu mereço e não necessariamente o que eu preciso. Porque a vida sabe o que somos capazes de carregar.

E enquanto esse dia não chega, serei feliz, plena e tranquila porque precisamos aproveitar o passeio sem pensar no ponto final.

    A história da Caubi, o vídeo

     

    É hoje! 25 de maio é a data que este blog completa mais um ano de vida! E em 2018 são 6 anos de história, luta, persistência, trabalho, diversão, receitas, passeios, viagens, comidas e MUITO AMOR. E hoje eu só tenho que AGRADECER por chegado até aqui.

    Fica registrado meu MUITO OBRIGADA a todos que participaram e participam do blog até hoje. E para comemorar, decidi gravar um vídeo para contar um pouquinho da história do blog, desde quando ele surgiu, como foram os primeiros meses, as primeiras receitas, a mudança de casa, de vida e como estamos hoje.

    Ok, ficou um pouquinho longo mas eu prometo que você  se emocionar comigo nesta história. Aperta o play e confira e vem ver a história da Caubi:

    E aí, o que achou desta história?
    Meu maior prazer é continuar trabalhando, postando e compartilhando muito amor por aqui.

    Que venham mais e mais anos de blog <3

      Vídeo novo: dia de madrinha

       

      E estamos começando a semana por aqui com mais um vídeo no canal do Youtube: um dia de madrinha com a participação especial do Max, meu afilhado de um aninho e filho da Carol <3
      Com certeza este será o vídeo mais fofo que você verá hoje!

      A Carol propôs para mim um Quiz sobre bebês, com perguntas e curiosidades ~ quase ~ impossíveis de responder. E, a cada resposta errada, eu teria que pagar uma prenda bem esquisita. Ficou curioso pra saber?

      Então aperta o PLAY pra conferir!

      E aí, gostou do vídeo?
      Conta aqui 🙂

        Vasinhos com cápsulas de café

         

        Sabe aqueles projetos que a gente testa, faz em casa e fica simplesmente apaixonada? Então, este é o caso. Vi em algum lugar pela internet vasinhos de suculentas feitos com cápsulas de café. São lindos e delicados e resolvi fazer por aqui. Resultado: vasinhos super diferentes, delicados e totalmente personalizados. O melhor de tudo, você também pode fazer por aí.

        Fiz um passo a passo para deixar o seu cantinho ainda mais colorido. Veja abaixo e teste hoje mesmo:

        • Separe as suas cápsulas usadas.

        • Abra delicadamente com uma faca ou tesoura pelas bordas e tire a ‘tampa’ da cápsula.

        • Retire o pó de café de dentro da cápsula, mas não se preocupe se ficar um pouco pelas bordas… pó de café é um ótimo adubo para as plantas.

        • Observe a parte arredondada na parte de trás da cápsula e dê uma leve empurrada para que esta parte afunde e a cápsula possa ficar mais reta, podendo ser apoiada em superfícies como mesa, balcões, etc.

        • Coloque a suculenta ou a plantinha de sua preferência na cápsula e acerte a terra com uma colher ou uma pinça.

        • Seu vasinho está pronto! É só regar de acordo com a plantinha ~ suculentas devem ser molhadas uma vez por semana com pouquíssima água ~ e enfeitar a casa!

        E aí, o que achou do resultado?
        Conta aqui 🙂

          Uma mensagem do futuro

           

          Oi. Eu sou você do futuro e estou aqui para te contar que no fim, enfim deu tudo certo.

          Todos os seus sonhos, planos e desejos tornaram-se realidade. Pode acreditar que toda esta luta foi recompensada.
          Claro que tiveram pedras no caminho e muitos momentos de dificuldade. E muitos dos seus problemas vieram juntos, só para testar suas forças para continuar em pé. Sabe quando você pensou em desistir e mesmo assim continuou a persistir? Na batalha. Na fé. Na esperança. Valeu a pena.

          Não há vitória sem suor e a sorte só existe para aqueles que trabalham duro. Portanto, tenha calma, respire fundo e não desanime… seu trabalho ainda vai te levar para longe ~ onde você quis chegar ~ e quando você chegar onde eu estou hoje, vai perceber que aquelas lágrimas de desespero foram transformadas em choro de alegria.

          Pare de se comparar com as outras pessoas porque cada um está num momento diferente da vida e não podemos julgar a história de cada um pela sua aparência. Cada um sabe das dores e dificuldades de sua própria vida e quando despejamos nosso tempo querendo entender a realidade da outra pessoa, perdemos tempo para construir a nossa história. Deixe as comparações de lado. Deixe o que não é relevante de lado. Vamos ser felizes do nosso jeito, cercado das pessoas que a gente ama. Isso sim é importante.

          E quando você achar que tudo está perdido, sente. Tome um café e repense seu caminho. Talvez seja possível mudar a rota mas desistir jamais. Nunca pense em deixar para trás o que te faz feliz. Você é único. Não deixe as outras pessoas dizerem como fazer. Segure as rédeas da sua vida e siga seu coração porque ele sim saberá o que fazer. Desistir não é uma opção.

          E eu te garanto: seu futuro será lindo. Confie. Acredite. E siga em frente.