O amor em tempos de Corona vírus

As lições que podemos aprender

Como o amor pode nos mudar em tempos de Corona vírus? Primeiramente, pare por um momento. Inspire. Respire. E, o mais importante, não pire.

O Corona vírus chegou sem pedir licença, sem avisar ou sem ser convidado. Pulo o muro, arrombou a porta e quebrou todas as janelas. Mas e agora? O que vai acontecer conosco? O que estamos aprendendo com isso? Agora chegou a hora de parar e refletir sobretudo qual o significado desse evento em nossas vidas.

O Corona vírus não escolhe país, raça ou classe social. É um vírus que nos torna vulneráveis, sensíveis e com medo. Mas e se for comigo? E se for com alguém que eu amo?

A quantidade de informações é enorme e o equilíbrio para absorver tudo isso é fundamental para manter a imunidade e, acima de tudo, a nossa saúde mental.

Saúde mental que será colocada à prova. Que venha ioga, meditação, mindfulness e muita oração.

Em tempos de doença, saúde é a maior riqueza que alguém pode ter. E riqueza não tem a ver com dinheiro, tem a ver com amor.

Afinal, saudável é aquele que distribui amor sem esperar nada em troca. Para a família, para os amigos, para quem conhece e para quem não conhece. Amor que não se mede, amor puro e sincero é o maior e melhor remédio que podemos oferecer ao mundo.

Juntos somos mais fortes

só o amor sobrevive em tempos de corona

Um mundo que está doente. Inegavelmente, este é um mundo egoísta e vazio de sentimentos que precisou pedir a um vírus a ajuda para ser notado.

Então, que seja drástico. Porque a gente só muda radicalmente quando os sinais nos ameaçam, quando chegam perto de nós. Um vírus de fora que fez com que a humanidade olhasse para dentro. E para o próximo.

Um Corona para exercitarmos o verdadeiro significado de empatia. Porque quando você se coloca no lugar do outro, tudo começa a fazer sentido e você entende que não estamos sozinhos e, de alguma forma, tudo o que você faz impacta a vida de pelo menos uma pessoa. E você sabe como pretende impactar a vida do próximo?

Que o vírus seja um divisor em nossas vidas para que enfim possamos entender o nosso verdadeiro significado na terra.

Você não é todo mundo e pode fazer a diferença. Afinal, só o amor pode nos mudar em tempos de Corona vírus. Então, clique aqui e veja o desabafo completo para refletirmos e mudarmos o mundo juntos.

    E agora, será que meu cantinho do café vai acabar?

    As mudanças na Casa da Caubi

    O que vai acontecer com o meu cantinho do café? Será que vai acabar para sempre por aqui? Certamente você está lendo este texto e se perguntando o que vai acontecer na Casa da Caubi.

    Enfim, que comece a temporada de obras na Casa da Caubi! Depois da reforma da lavanderia, decidi fazer algumas mudanças esse ano e elas prometem ser completamente transformadoras.

    Então, vem saber o que vai acontecer por aqui, no vídeo novo de hoje. Afinal, será que acabou o café?

    A minha varanda: ANTES
    O cantinho do café
    Alguns detalhes do que vai mudar
    A sala integrada

    Além de remover o espaço da sala de jantar e transformá-lo em um cantinho bar e café, as cores das paredes da casa também vão mudar.

    E a parede de lousa vai ganhar uma nova carinha e uma nova função. A ideia inicial é transformá-la em uma parede magnética para colocar todos os imãs da geladeira em um espaço maior. Assim, vou deixar a área da geladeira inox mais clean e visualmente mais bonita. Assim, será possível organizar e setorizar os imãs deixando o ambiente mais leve e divertido.

    As cadeiras amarelas vão sair de cena, deixando no lugar apenas as cadeiras da sala de jantar. Assim, as quatro cadeiras que estão atualmente na mesa redonda, irão para a mesa retangular da varanda e passarei a ter apenas um ambienta para refeições junto com os convidados.

    Além disso, o lustre da sala de jantar também vai sair e será substituído por um lustre menor de led preso ao teto, como os demais lustres da sala.

    Quando a adega e as garrafas do bar saírem, vai vir uma tevê maior para ocupar o espaço do móvel e da parede como um grande destaque para os ambientes.

    Depois de assistir o que vai acontecer com o meu cantinho do café, me conta o que achou das mudanças que vão rolar por aqui e não deixe de acompanhar o diário da obra!

      Feliz Ano Velho!

      Hoje é dia de vídeo novo no Youtube da Caubi! De volta à rotina e ao trabalho, nada melhor que aproveitar esse frescor do ano novo para refletir sobre a vida e o caminho que ela está seguindo né?

      Em tempos de correria, vale a pena respirar um pouco, sentar, tomar um café e pensar sobre as nossas metas, nossos relacionamentos e principalmente sobre a pessoa que somos e queremos ser ao longo do próximo ano.

      Aperta o play e vem comigo começar o ano, tem muita coisa boa para acontecer 🙂

        Nespresso: linha Festive

        Para este final de ano, a Nespresso lançou sua tradicional linha Festive.  Dessa vez, três cafés de edição limitada com inspiração em hábitos de países escandinavos, que já estão disponíveis no mercado.

        As Variations Nordic Almond Cake e Variations Nordic Cloudberry possuem perfis aromáticos exclusivos, sendo que o primeira ~ intensidade 6 ~ desperta as doces notas de biscoito e de baunilha da mistura de um tradicional bolo de amêndoas da culinária norueguesa.

        Já o café Variations Nordic Cloudberry ~ intensidade 6 ~ conta com a acidez delicada das amoras árticas e traz a doçura natural da fruta, que é comum nos países nórdicos.

        O café Nordic Black ~ intensidade 5 ~ promete agradar os paladares mais equilibrados. A variedade é resultado da mistura de grãos arábicas da África e América do Sul, apresentando notas frutadas e doces, além de um sabor persistente de cereais. 

        Como parte da tradição de final de ano da marca, a novidade está atrelada à cultura que gerou o lançamento. As novas Edições Limitadas sugerem que o momento do café seja também uma pausa na correria das festividades de dezembro, um conceito baseado nas tendências nórdicas Hygge e Fika, incentivando o bem-estar e a conexão.

        Uma sugestão para presentear, a Edição Limitada foi assinada pela designer dinamarquesa Louise Campbell, que teve como inspiração o minimalismo elegante dos países nórdicos e sua natureza, retratando também as paisagens escandinavas. O valor da caixa com 10 cápsulas é R$ 29 e a coleção ainda conta com as xícaras Pixie, a partir de R$ 110, a dupla.

        E aí, o que achou desta novidade? Corre que é por tempo limitado!

          Deixe o amor florescer

          Dia 23 de setembro: que comece a primavera. Aquela época do ano em que vemos flores em todos os lugares, inclusive dentro de nós.

          É tempo de sorrir, amar e deixar florescer os melhores sentimentos. Aproveite a flor que você encontrar na rua para alegrar o seu dia e o de quem você encontrar por aí. A flor em forma de sorriso, abraço e palavras de carinho. Um buquê de boas energias para espalhar o amor pode onde passar.

          É tempo de refletir e deixar tudo o que não nos serve mais para trás. Mágoas, dores, raiva e tristeza deixam a vida cheia de nuvens nubladas e nos impedem de crescer. Que a gente possa aprender com o passado e deixa-lo para trás, em outro tempo e em outra estação.

          É tempo de renovação. A chuva já passou e o frio vai passar também porque tudo se transforma, muda a evolui. Deixa a flor dentro de você florescer junto com os bons sentimentos. Porque tudo o que é bom espalha boas ~ e novas ~ sementes para continuar crescendo e colorindo o mundo ao nosso redor.  

          Que essa energia da primavera chegue para ficar e se multiplicar. Porque depois da primavera vem o verão e o sorriso deve continuar no rosto e no coração, sempre.

          Vamos aproveitar esta época do ano para sermos a renovação que a gente tanto busca. Sempre é tempo. E que o nosso tempo seja agora. A vida é muito curta para perdermos tempo com sentimentos ruins. Que a primavera seja o nosso exemplo para o ano e para a vida: renovar e florescer o jardim e a vida.

          E você, já começou a florescer a primavera por aí?