Ceia com chocolate

 

Essa semana fomos convidados pela ABICAB (Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados) para participar de uma proposta de ceia de final de ano com o chocolate como ingrediente principal. Achei estranho e curioso… fiquei pensando como seria possível encaixar o chocolate no Natal sem que ele fosse parte da sobremesa. E o resultado foi surpreendente! A proposta dos chefs do Senac Aclimação Nicolas Rodrigues e Concetta de Prizio foi apresentar opções baratas com ingredientes acessíveis e combinações diferentes, para fugir da ceia tradicional e agradar a toda família.

Primeiro, experimentamos a receita da chef Concetta, que nos fez um drink de chocolate com café, geleia de laranja e especiarias, maravilhoso para iniciar a ceia. Leve e com uma mistura de doce e azedo, a bebida fica ainda melhor se for acrescentada à ela algumas gotas de vodka.

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Já o chef Nicolas surpreendeu a todos os presentes com o prato salgado {sim, você leu direito mesmo: S-A-L-G-A-D-O} coberto por chocolate. Experimentamos sem preconceito o espetinho de frango assado com molho asiático de chocolate com alecrim, acompanhado por cenouras glaçadas. E o resultado foi surpreendente!

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Saímos de lá com o gostinho de “quero mais”. Com certeza são duas opções super diferentes e deliciosas para servir não só no Natal, mas sempre que aparecer aquela vontade de comer algo diferente. Ao longo das próximas semanas vamos postar as duas receitas completas para que você possa desvendar os truques do chocolate nas refeições e testar por aí também.
O que você achou dessa sugestão? Você teria a coragem de experimentar essa mistura de salgado com chocolate? Conta aqui pra gente 😉

    Paulista de sotaque e raízes caipiras. Aquariana, corinthiana, administradora, eterna romântica e dona de casa amante de panos de prato, potinhos e canecas. Um pouco fotógrafa, aprendiz de escritora, cozinheira em evolução e sempre otimista. Dramática e criativa, acabou de chegar aos 30 com histórias [quase] normais.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *
    *