Como decorar a casa para o inverno

Como esperar o frio sem gastar nada

Enfim, a estação mais fria do ano chegou!
Sim, o inverno 2020 já está dando as caras por aqui e aproveitei esta oportunidade para começar a arrumar a casa para esperar o friozinho. E ainda tem o melhor de tudo: sem gastar nada. Ou seja, é possível decorar a casa para esperar o inverno de um jeito criativo, divertido e econômico.

Como decorar a casa para o inverno

Como decorar a casa para o inverno

Primeiramente, escolha o cantinho que você quer decorar neste inverno para deixar mais quentinho. Por aqui, escolhi um canto do sofá da dala, que fica ao lado de uma mesinha lateral.

Em seguida, é só escolher os elementos e trazer para o cantinho, combinando as cores, texturas e variações. Aproveitei elementos que já tinha em casa como mantas de sofá, pantufa, bandeja de madeira e velas.

Inverno combina com filme, seriado, livros e comida gostosa. Então, aproveitei a tábua de madeira para abrir espaço para uma cestinha com comidinhas e uma caneca que pode servir tanto chá quanto chocolate quente.

Como decorar a casa para o inverno sem gastar nada
chocolate quente e pão de queijo

Para dar um toque especial, montei um vaso com flores. Para dar um contraste às cores frias do inverno, escolhi uma jarra amarela para usar como vaso e coloquei astromélias roxas. O toque de inverno ficou por conta dos galhos secos de eucalipto, que contrastaram e deram um charme e um aroma especial ao ambiente.

Como decorar a casa para o inverno com flores

Por fim, um toque de amor com chocolate quente caseiro. Esta receita é da Bru Calderon e muito fácil de fazer em casa.

E nada melhor que uma cestinha de pão de queijo para acompanhar, não é mesmo? Aliás, pão de queijo vai bem em qualquer estação do ano por aqui rsrsrs… mas fica ainda melhor com chocolate e uma mantinha para aquecer os pés!

uma tábua para o inverno
Como decorar a casa para o inverno

Então, clique aqui e vem conferir o passo a passo no Youtube da Caubi:

    Paulista de sotaque e raízes caipiras. Aquariana, corinthiana, administradora, eterna romântica e dona de casa amante de panos de prato, potinhos e canecas. Um pouco fotógrafa, aprendiz de escritora, cozinheira em evolução e sempre otimista. Dramática e criativa, atravessando os 30 com histórias [quase] normais.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *
    *