Dia da criança: San

Por San.

san1

“Eu nasci e cresci na mesma rua que meu pai nasceu; a rua onde eu moro tem uma carinha de interior, pois ela é uma rua sem saída onde a maioria dos moradores mora lá “desde sempre” por isso nos formamos uma grande família. Na rua todos se conhecem e se ajudam, quando eu era criança (muito antes do tempo que todo mundo tinha celular) se eu ficasse para fora de casa, era só bater na porta de alguma vizinha que eu tinha abrigo para esperar a minha mãe voltar para casa e até hoje se eu vou fazer uma receita e falta algum ingrediente é só passar a mão no telefone que com poucos passos eu consigo o que preciso rsrsrs.

IMG_2188

Na época de Festa Junina a gente sempre se reunia e cada vizinho dava um pouco de madeira, uma mesa, algumas cadeiras e um prato de comida e a festa estava feita. Meu pai fazia as bandeirinhas e a gente enfeitava a rua toda, era um final de semana inteiro de festa junina com todas as danças, comes e bebes que tínhamos direito.

san2

Nas férias era a maior farra, os meninos pintavam a rua como quadra de futebol e tinham uma rede de vôlei, brincávamos de taco, pega-pega, ‘polícia e ladrão’ e pega-bandeira; o video game era só mais um brinquedo, a gente gostava mesmo era de brincar na rua e nos dias de calor minha mãe enchia a minha piscina ou eu ia na piscina de algum vizinho (sabe aquela regan que você monta e enche? Então na rua tinham várias rsrsrs)

IMG_2187

Infelizmente nessa época não tirávamos tantas fotos como hoje por isso a maioria desses momentos ficou registrado apenas na memória ou em fotos que eu não estou liberada para postar rsrsrs…

Os aniversários eram preparados em conjunto, eu faço aniversário na mesma época que outras duas vizinhas, aí a minha mãe e a mãe e avó delas ficavam um mês antes preparando tudo, era praticamente uma festa à parte… enfeites de isopor, disco da Xuxa, docinhos, bexigão com doces, lanche de carne louca e tudo mais  que uma festa de criança tem direito”

IMG_2186

IMG_2189

154 total views, 3 views today

    Nascida e crescida em São Paulo, 28 anos, filha única com todas as qualidades e os defeitos de não terum irmão. Filha de um japonês e uma baiana, corinthiana e moradora da Zona Leste de São Paulo. Administradora, contadora e auditora por profissão e cozinheira por paixão. Acredito em Deus e no amor. Acredito também que uma caixa de lenço, uma amiga e uma xícara de chocolate quente resolvem todos os problemas (mesmo que por um momento). Amiga para o que der e vier. Sargitariana, teimosa e chorona, gosto de passar horas falando ao vivo. Aprendi a cozinhar com a minha mãe e a minha avó de coração, tenho um gosto especial por doces, principalmente cupcakes. Amo programas culinários, principalmente Jamie Oliver e Claude Troisgros.

    2 thoughts on “Dia da criança: San

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *
    *