Mais Você: receita de pão de queijo caseiro

 

E hoje tem receita nova e quentinha (literalmente!) por aqui. Minha mãe viu no programa da Ana Maria Braga, o Mais Você esta receita e já estava na minha listinha a algum tempo: pão de queijo caseiro! Quem me conhece sabe o quanto eu amo pão de queijo e agora que aprendi essa receita com certeza vou deixar de comprar aquele pronto congelado.

Essa receita rende muitas unidades: por aqui fiz bolinhas em tamanho médio e rendeu mais de 50 unidades! Dá pra comer, distribuir pra família e congelar para comer sempre que der vontade. Dá uma olhada na receita para fazer ainda hoje!

Ingredientes:
1 xícara de chá de óleo
1 xícara de chá de água
1 xícara de chá de leite
2 colheres de sopa de sal
1kg de polvilho doce
4 ovos
300 g de queijo minas ralado no ralo fino (3 xícaras de chá)
100 g de queijo parmesão ralado no ralo fino (1 ½ xícara de chá)

Modo de fazer:
Em uma panela coloque 1 xícara de chá de óleo, 1 xícara de chá de água, 1 xícara de chá de leite e 2 colheres de sopa de sal e aqueça em fogo médio até ferver.

Em uma tigela coloque 1 kg de polvilho doce, abra um buraco no meio do polvilho e despeje a mistura de leite fervente (feita acima) por todo o polvilho.

Com uma colher misture rapidamente o leite quente no polvilho até escaldar.

Em seguida acrescente de 4 ovos, 300 g de queijo minas padrão ralado no ralo fino, 100 g de queijo parmesão ralado no ralo fino e vá misturando até incorporar todos os ingredientes e a massa ficar lisa.

Com uma colher pegue pequenas porções de massa, faça bolinhas e coloque numa assadeira.

IMG_6439

Dica: você pode congelar neste momento e depois guardar em saquinhos ou levar para assar em forno médio preaquecido a 200°C por cerca de 30 minutos ou até dourar.

Retire do forno e sirva em seguida.

IMG_6446

IMG_6453

IMG_6459

E aí, gostou da receita?
Conta aqui o que achou 🙂

27 total views, 1 views today

    Paulista de sotaque e raízes caipiras. Aquariana, corinthiana, administradora, eterna romântica e dona de casa amante de panos de prato, potinhos e canecas. Um pouco fotógrafa, aprendiz de escritora, cozinheira em evolução e sempre otimista. Dramática e criativa, atravessando os 30 com histórias [quase] normais.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *
    *