Onde comer em Milão

 

Continuando a série de posts sobre a Itália e, para finalizar o primeiro destino, vou compartilhar por aqui os lugares por onde comemos em Milão. Alguns dos restaurantes foram dicas de amigas e outros encontramos ao acaso: e que felicidade 🙂 Em todos os lugares que sentamos para fazer as refeições tivemos muita sorte: serviço bom e comida ainda melhor!

Se vocês está pensando em ir pra Milão, anote essas dicas para encaixar no roteiro gastronômico:

Obicà – DuomoVia Santa Radegonda, 3
Este restaurante foi indicação de uma amiga (Carol salvando vidas mais uma vez <3 obrigada!) e eu amei! Dá para emendar a refeição depois de uma visita ao Duomo, já que ele fica localizado bem em frente à catedral. O Obicà fica no primeiro andar de um prédio, em que divide o espaço com outros restaurantes e empórios. Parece um ‘mini mercado’ e é uma delícia passear e fazer uma pausa entre os passeios.
Como foi a primeira refeição da família na Itália, já quis pedir logo uma pizza de muçarela com manjericão e meu pai pediu a tábua de frios e um vinho tinto para acompanhar. Não é um lugar barato, mas a comida, o ambiente e o serviço valem a visita. Se você for em um tempo mais quente, recomendo sentar em uma mesa na área externa, de frente para o Duomo, ótima pedida!

IMG_3909

 

Terrazza Aperol – Piazza Duomo angolo Galleria Vittorio Emanuele, piano 1
Só de pensar em um lugar que só serve Aperol, quase morri. Eu amo essa bebida e quando encontrei o Terrazza Aperol, precisava conhecer de qualquer jeito. Fomos no final do dia, antes do jantar. Este lugar fica em frente ao Duomo e a vista é incrível. É um ótimo lugar para tomar um drink e fazer um happy hour. Lá você pede a bebida e junto com ela vem um mini aperitivo e só. Não tem nada além disso para comer, o que foi um pouco decepcionante. A visita vale pela vista e pelos drinks diferentes feitos com Aperol. Se você curte a bebiba, não deixe de ir. Só não vá com fome ou com pressa… se estiver um tempo agradável vale a pena sentar na varanda e apreciar a catedral 🙂

IMG_3933

 

Cioccolat Italiani Via S. Raffaele, 6
Uma das mais famosas gelaterias de Milão e da Itália e super recomendada, a Cioccolat Italiani está presente em dois lugares em diferentes bairros na cidade. E como eu não conhecia, decidi experimentar o sorvete mais pedido do lugar: esse aí da foto abaixo que é bem completo e vem na casquinha recheada com chocolate e castanha e com duas bolas nos sabores de vanilla e chocolate amargo. Realmente uma delícia! Nesta gelateria tem bastante opção de sabores de gelato e outras sobremesas e cafés mas o mais gostoso e comprar uma casquinha e caminhar pelas ruas da cidade apreciando o típico gelato italiano. De todos os sorvetes que experimentamos pela cidade, esse com certeza foi o melhor e mais bem servido 🙂 recomendo passar por aqui!

IMG_3960

 

Amorino – Piazza del Duomo, 20122
Outra sorveteria super famosa, a Amorino tem unidades espalhadas pela Europa e Estados Unidos. O que acha atenção além dos gelatos são os doces. Depois de uma longa caminhada pela cidade, fizemos uma pausa para um café e, ao invés do sorvete, quis experimentar o macaron do lugar – sei que parece meio modinha, mas ultimamente ando viciada neste doce – e foi realmente surpreendente! Estava incrível. Os sabores escolhidos foram framboesa, limão, creme e chocolate e estavam uma delícia. Ideal para sentar em uma mesa na calçada, tomar um café e observar a linda Milão. Não experimentei os gelatos mas a apresentação era linda também… se o sabor e a qualidade forem parecidos com os macarons, com certeza vale a pena fazer uma parada aqui para adoçar o dia!

IMG_4048

 

L’Isola del Tesoro

IMG_4090

E aí, o que achou das dicas?
Você conhece algum destes lugares? Conta aqui 😉

 178 total views,  3 views today

    Paulista de sotaque e raízes caipiras. Aquariana, corinthiana, administradora, eterna romântica e dona de casa amante de panos de prato, potinhos e canecas. Um pouco fotógrafa, aprendiz de escritora, cozinheira em evolução e sempre otimista. Dramática e criativa, atravessando os 30 com histórias [quase] normais.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *
    *