Nhoque de mandioquinha com brie e mel

 

Que tal começar o final de semana com uma receita super diferente e muito gostosa? Experimentei esse prato na casa de uma amiga e AMEI! Uma mistura de sabores incrível que com certeza vai ser sucesso por aí: nhoque de mandioquinha com brie e mel é a sugestão de hoje. Veja como fazer e corre pra testar logo!

Ingredientes:
5oog de mandioquinha
1 xícara de chá de farinha de trigo
1 colher de sopa de manteiga sem sal
4 colheres de sopa de parmesão ralado
1 gema de ovo
Noz moscada ralada na hora a gosto
Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de fazer:
Descasque a mandioquinha, corte em pedaços menores e leve ao fogo com um pouco de água até ficar macia. Quando estiver macia, passe a mandioquinha pelo espremedor e em seguida junte a manteiga, o parmesão ralado fino. Agora junte a gema e tempere com sal e pimenta do reino.

Junte metade da farinha de trigo e comece a trabalhar a massa. Acrescente mais farinha, aos poucos, até dar o ponto e ela ficar lisa e homogênea.

Pegue um pouquinho de massa e coloque numa superfície enfarinhada e com as pontas dos dedos, abra a massa até ficar fininha. Corte a massa em círculos de aproximadamente 4 cm e em um dos círculos coloque um quadradinho de brie e um pouco de mel por cima. Sobreponha outro círculo de massa sobre o brie e com as pontas dos dedos vá amassando e fechando o nhoque, em seguida modele com as mãos para que ele fique arredondado.

À medida que for moldando os nhoques, vá acomodando eles numa superfície forrada com papel manteiga. A receita por aqui rendeu 36 nhoques.

Unte uma frigideira antiaderente com um pouco de azeite e vá grelhando os nhoques, de amos os lados, até ficarem levemente dourados. Quando os nhoques estiverem grelhados, vá arrumando eles diretamente nos pratos que serão servidos ou numa travessa (cubra o fundo do prato ou da travessa com o molho pesto). Em seguida, decore com tomatinhos cereja cortados em quatro partes e folhinhas de manjericão.

Sirva imediatamente.

E aí, o que achou desta sugestão para o final de semana?
Conte aqui 🙂

    Bolo de Santo Antônio

     

    Já que passou o dia dos namorados, hoje é dia daqueles que procuram um grande amor.

    Santo Antônio ~ ou santo casamenteiro ~ chamava-se Fernando, nasceu e foi batizado na cidade de Lisboa, em Portugal, em 15 de agosto de algum ano entre 1191 e 1195. Ele iniciou sua formação religiosa com os Agostinianos, mas em 1220 tornou-se Franciscano, pregando em Portugal, na França e na Itália. Ele foi contemporâneo de Francisco, fundador da ordem dos Franciscanos e também um Santo muito popular. Antônio morreu em Pádua, na Itália, em 1231, e por isso é conhecido tanto como Santo Antônio de Lisboa quanto como Santo Antônio de Pádua.

    Apesar de não ter em seus sermões nada específico sobre casamentos, Santo Antônio ficou conhecido como o santo que ajuda mulheres a encontrarem um marido por conta da ajuda que dava a moças humildes para conseguirem um dote e um enxoval para o casamento.

    Além das simpatias, é muito comum comer o pão ou o bolo de Santo Antônio. Tradicionalmente na receita do bolo, é colocada uma medalha do Santo dentro da massa e aquela pessoa que pegar o pedaço com a medalha terá sorte no amor e vida próspera. Que tal aderir a esta simpatia e fazer o seu próprio bolo de Santo Antônio e servir à família e amigos para trazer sorte no amor? Essa receita é original da Itália, que uma amiga trouxe de lá e traduziu especialmente para o blog 🙂
    Hoje vou experimentar esse bolo e ~ com sorte ~ encontrar a medalha do Santo Antônio! Veja a receita:

    Ingredientes:
    8 ovos
    250 g de manteiga
    250 g de farinha de trigo
    250 g de açúcar
    10 g de erva-doce
    100 g de amêndoas sem casca
    Raspas de 1 limão

    Modo de fazer:
    Junte o açúcar e a manteiga até formar uma pasta bem junta. Coloque a erva-doce em grãos e adicione as gemas, uma a uma, mexendo sempre. Bater por aproximadamente uns 4 minutos. Ao final adicionar cuidadosamente a farinha. Assar em forma untada e com papel manteiga em forno médio até o palito sair limpo da massa.

    Cobertura:
    Com as oito claras restantes dos ovos, bata em massa de suspiro para cobrir o bolo após assado, cubra com amêndoas picadas.

    Corre que ainda dá tempo de tentar a sorte no amor <3

      O pão caseiro do Portal da Gastronomia

       

      E a semana começa por aqui com uma receita maravilhosa: pão caseiro do Portal da Gastronomia! Esta foi a receita vencedora na categoria ‘salgado’ da festa de 5 anos do blog. Os meninos capricharam e lavaram o pão recém-saído do forno…. bem quentinho e muito cheiroso!

      Pedi para os meninos do Portal a receita para compartilhar com vocês e descobri que é muito simples de fazer e fica deliciosa! Que tal aproveitar o tempo mais frio e fazer hoje mesmo esta receita? Veja aqui o passo a passo e corre pra cozinha!

      Ingredientes:
      1 1/3 copo de água (aproximadamente 300ml)
      1 1/2 colher de sopa de margarina
      1 1/2 colher de chá de sal
      4 colheres de sopa de leite em pó
      2 colheres de sopa de açúcar
      4 copos de farinha de trigo (aproximadamente 960ml)
      2 colheres de chá de fermento biológico seco

      Modo de fazer:
      Primeiro coloque os ingredientes líquidos em uma vasilha e depois os secos. Misture aos poucos, até formar uma massa homogênea.

      Depois, sove bem a massa durante aproximadamente 10 minutos e deixe descansar por pelo menos duas horas.

      Em um forno preaquecido a 200 graus, leve o pão para assar por cerca de 30 a 40 minutos (dependendo da potência do seu forno). Retire da forma e está pronto para servir!

      E aí, o que achou desta receita?
      Conta aqui 🙂

        Escape 60: salve-se se puder

         

        Ontem participei de uma experiência muito legal: fui com um grupo de amigos ao Escape 60! Eu fui pela primeira vez ao Escape em 2015, só que em outra sala. Ou seja, a experiência é completamente diferente!

        Para quem não conhece, o Escape 60 é um local com várias salas temáticas, em que os participantes precisam resolver os enigmas propostos em até 60 minutos para conseguir sair sem ser ‘resgatado’. O objetivo é proporcionar uma opção de entretenimento presencial para quem se interessa por grandes desafios e curtisse uma verdadeira experiência sensorial, estimulada pelos detalhes da ambientação – objetos e móveis –, de sons e de tudo que pudesse envolver o participante no clima de cada sala.

        Com várias unidades no Brasil ~ São Paulo, Santo André, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba e Fortaleza ~ e salas diferentes, é possível escolher o desafio que mais combina com o seu grupo.

        Cada jogo comporta um grupo de quatro a 16 participantes, que deve desvendar o mistério por meio de dezenas de pistas e escapar do espaço em até 60 minutos. Caso contrário, serão resgatados do local. Estima-se que aproximadamente 20% dos participantes vençam o desafio. Meu grupo escolheu jogar na “Salvem nossas almas”, em que a taxa de saída da sala é 12%. E nós conseguimos sair faltando 1 minuto e 33 segundos para acabar o tempo. Ufa, que sufoco!

        Para entrar dentro da sala e enfrentar o desafio, deixamos todos os nossos objetos pessoais – incluindo celulares! – do lado de fora. Esta foi uma grande oportunidade de ficar offline por um tempo e se conectar totalmente ao jogo. É incrível como a gente se envolve na história, esquece totalmente a realidade e interage entre as pessoas do grupo para desvendar os mistérios. Em tempos de internet, esta é uma experiência única de diversão!

        Sobre a Sala que participamos: Salvem nossas almas
        “Você e seus amigos foram convidados para um jantar organizado por um ex-colega de classe, o excêntrico Schmock, para comemorar 10 anos de formados. Ao ingressar na casa, descobrem que estão trancados e que Shmock havia morrido há 1 ano. Além disso, vocês encontram uma carta informando que se arrependerão pelo bullying que realizaram no passado. Você e sua equipe serão levados ao além se não saírem em 60 minutos.”

        Idade mínima para participar: não há; crianças com menos de 12 anos devem estar acompanhadas de um adulto.

        Ingressos: no e-commerce www.escape60.com.br. A partir de R$ 50 por pessoa.
        Escape week: de 16 a 24 de junho o valor para participar é de R$ 36,90. Vale a pena participar!

        Se você ficou curioso, corre pro site do Escape 60, junte a galera e vá jogar… garantia de diversão na certa!

          Fondue de chocolate caseiro

           

          Para quem acompanha o blog no instagram ~ se você não acompanha, dá uma olhada clicando aqui ~ viu que no final de semana fiz uma noite de fondue aqui em casa para receber alguns amigos queridos, começando pelo fondue de queijo e terminando pelo fondue de chocolate.

          Servi o fondue de queijo que ganhei da Président; era só passar um dente de alho na panela, despejar o conteúdo, aquecer e servir. Além de prático ficou super gostoso para acompanhar com pão italiano e vinho tinto.

          Para a sobremesa, minha amiga levou os ingredientes e preparou na hora o fondue de chocolate. Confesso que foi um dos melhores que já comi: leve, saboroso e com alguns toques diferentes. Para acompanhar foram servidas frutas frescas: morango, uva e banana… aquela combinação perfeita! Claro que eu não poderia deixar de pedir a receita para compartilhar por aqui. Afinal, tem coisa melhor do que fondue no inverno? Veja como é fácil de fazer e já coloque na sua lista de receitas.

          Ingredientes:
          400g de chocolate meio amargo em barra
          1 colher de café de café em pó
          1 lata de creme de leite
          4 colheres de sopa de conhaque ou licor
          1 colher de café de canela em pó
          2 colheres de sopa de açúcar

          Modo de fazer:
          Leve todos os ingredientes para cozinhar em fogo baixo e misture até formar um creme homogêneo. Leve à mesa em uma panela de fondue e está pronto para ser servido!

          E aí, o que achou desta sugestão para esquentar esse inverno