Paredes coloridas!

Uma das tarefas mais difíceis para escolher para a nova casa foi a cor das tintas das paredes. São muitas variáveis para decidir: o tamanho dos ambientes, o efeito desejado (aumentar, diminuir, alongar e por aí vai), quais móveis e estilo que irão compor os ambientes e, principalmente, se quem vai morar ali dentro não irá enjoar das cores rapidamente.

E, com tantas opções para decidir e uma infinidade de tons de cores para escolher, misturar e testar (quem acompanha o blog pelo instagram viu as paletas de cores na semana passada. Segue a gente lá também! @casadacaubi), tive a ajuda fundamental da arquiteta. Ela me ajudou nas dicas de cores e a possibilidade de combinações, já pensando nas cores de cadeiras, mesas, quadros, etc. É muita coisa, mas temos que pensar em tudo isso pra não bater aquele arrependimento depois.

Foi assim que chegamos a três opções de cores para cada uma das paredes coloridas da sala. Na cozinha, escolhi colocar pastilhas e no quarto vai ser tudo branco mesmo. Nossa chance de variar um pouco e sair do branco foi nas salas de tevê e jantar, que são totalmente integradas.

Escolhi as cores pela internet para ter uma noção do que queríamos e fomos à loja buscar os testes de cor. Acredite: há muita variação entre o que a gente pesquisa no site e as tintas que encontramos “pessoalmente”. Recomendo comprar um teste das cores e testar na parede a ser pintada. O resultado pode ser diferente do que se está imaginando… meu caso foi assim! Decidimos por algo que estava no projeto, mas era outra cor daquilo que havíamos selecionado pelo site. Valeu a pena testar, Ufa!

A escolha das tintas foi bem ousada e diferente, inclusive do que pesquisei em sites de decoração. Meu pai torceu muito o nariz pelas escolhas e o pintor demorou um pouquinho para entender o projeto! Mas quando tudo ficou pronto: foi um sucesso absoluto! Todos adoraram as ideias super diferentes que, além de nos ajudar a alcançar o resultado desejado, deixou a sala linda 🙂

Começando pela parede da sala de tevê. A ideia aqui foi usar um tom bem leve, para dar destaque apenas à marcenaria do móvel que será encaixado o home theater, na cor branca (ainda vai demorar um mês para que os armários fiquem prontos…). Ficou muito suave, em uma mistura entre o cinza e marrom. Achei que combinou bastante com o tom de branco das outras paredes e do teto e contrastando com a cor de canela do piso.

Cor: Nevoeiro (tinta fosca, Suvinil)

IMG_4885

Para a sala de jantar, decidimos ousar (e muito!). Para ganhar amplitude neste ambiente, a arquiteta me sugeriu pintar meia parede de um tom mais escuro e a outra metade de branco. Devo confessar que no início achei meio estranho: a gente pesquisou muito sobre o assunto, pedi opiniões e fiquei muito dividida. Mas, como sou uma pessoa completamente doida (sim, confesso!) quis pagar pra ver: e decidimos pintar! A 1,60cm do chão escolhemos um tom cinza/azulado e o restante até o teto ficou branco.

Eu fiquei sem palavras quando vi o resultado: amei! Era muito diferente de tudo o que eu já tinha visto. Simples, delicado e ao mesmo tempo muito moderno. Essa pintura se inicia na entrada da casa e segue contínua, na mesma parede, até o lavabo.

Cor: Vapor de água (tinta fosca, Suvinil)

IMG_4893

IMG_4887

IMG_4886

Por fim, a parede de entrada da casa. Atendendo a um pedido meu, a arquiteta me propôs uma parede de lousa (sempre quis uma!!). Topei na hora, claro! Ela fica ao lado da cozinha e a ideia aqui é deixar o ambiente descontraído e ao mesmo tempo com uma cor sóbria e elegante.

Porém, o grande desafio aqui é encobrir o quadro de força. Nossa ideia é pendurar um quadro em MDF da mesma cor da parede, cercado por uma moldura diferente, para deixar um clima mais vintage à parede e ao ambiente. Vamos deixar este e alguns detalhes mais para o final, mas se alguém tiver uma sugestão, é super bem vinda. Deixe aqui para me ajudar! 😉

Cor: Carbono (tinta fosca, Suvinil)

IMG_4888

IMG_4889

E então, o que vocês acharam? Confesso que todas as escolhas foram bem ousadas e tive que pensar bastante antes de tomar a decisão. E, entre o branco e o bege pensei: porque não inovar e deixar o comum para trás?
No fim da pintura, gostei muito do resultado e, a partir da paredes, podemos decidir quais os tons dos móveis que irão combinar aqui. Dica: não vai ter nada “normal” por aqui…. rsrsrsrs

1,149 total views, 9 views today

    Paulista de sotaque e raízes caipiras. Aquariana, corinthiana, administradora, eterna romântica e dona de casa amante de panos de prato, potinhos e canecas. Um pouco fotógrafa, aprendiz de escritora, cozinheira em evolução e sempre otimista. Dramática e criativa, atravessando os 30 com histórias [quase] normais.

    2 thoughts on “Paredes coloridas!

    1. Maria Cleo Goulart

      Parabéns ,valeu tanta pesquisa . Eu vi ao vivo e a cores e Amei .
      Esta ficando a cada dia mais bonito seu novo e futuro Lar . Beijos

      [Reply]

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *
    *