O pote de realizações

 

2016 já começou e agora não quero mais saber de fazer promessas. Quero ir atrás de realizações. E não estou falando aqui só daquelas graaaaandes realizações que a gente promete em 31 de dezembro como “vou ter uma vida mais saudável” ou “não vou mais brigar com a minha mãe”.

A partir do momento em que passamos a valorizar os pequenos detalhes e acontecimentos de nossa rotina, eles também passam a ser realizações e pequenas porções diárias de felicidades, o que nos impulsiona a realizar as grandes promessas do ano. Por isso, decidi criar o meu ‘pote de realizações’. Veja como é fácil fazer.

Material necessário:
– Bloco de papel
– Uma caneta
– Um pote ou vaso transparente

Modo de usar: a cada alegria do seu dia que valha a pena ser lembrada no futuro, faça uma anotação em um pedaço de papel, dobre e coloque no pote. No último dia do ano, você pode abrir e conferir tudo o que você viveu ao longo de 2016.

É uma ideia bem simples e que tira da teoria nossas promessas impossíveis de realizar. Este ano já tive algumas alegrias para lembrar: fui ao show da Ivete Sangalo pela primeira vez e fiz mais uma tatuagem, que ganhei de presente de aniversário adiantado da minha mãe <3
Nenhum destes itens estava na minha lista de promessas, mas fiquei muito feliz que aconteceram. E é essa a dinâmica do pote!

Afinal, o que é a vida senão uma soma de bons momentos?

IMG_1652

IMG_1655

IMG_1665

IMG_1667

E aí, gostou da ideia?
Que tal começar com o seu pote ainda hoje? 🙂

 2,245 total views

    Cansei.

    Eu cansei de esperar. Cansei de olhar pela janela de e acreditar que algum dia meus sonhos irão cair do céu bem em cima do meu telhado. Cansei de fazer pedidos às estrelas, aos cometas, ao eclipse em ano bissexto, aos meteoros e demais objetos voadores não identificados.

    Cansei de ler o horóscopo e ficar com medo das adversidades que poderiam aparecer em meu dia. Mesmo porque o inesperado acontece justamente quando não estamos prestando atenção ao alinhamento cósmico dos planetas em direção ao nosso signo.

    Também estou cansada de jogar os números sempre errados na mega sena e não ganhar nada (nem quina, nem quadra…). Aliás, nunca ganho nada nem rifa do trabalho, ou em bingo beneficente ou em banco imobiliário – só saio devendo as hipotecas. Cansei se lutar todo mês para conseguir pagar minhas contas. Será que alguém já conseguiu quitar uma conta de tevê a cabo com o que ganhou na raspadinha premiada comprada na banca de jornal?

    Cansei (e muito!) de assistir à sessão da tarde e acreditar que irei encontrar o homem dos meus sonhos na fila da padaria, no estacionamento do mercado ou quando estou colocando o lixo para fora de casa. Cansei de sonhar por um amor perfeito que nunca chega.

    A verdade é que cansei de esperar por tudo. Porque enquanto a gente espera, a vida simplesmente acontece. Não podemos tornar nossas vidas um banco de praça, que fica na eterna espera por acontecimentos sem sequer sair do lugar, aceitando o sol, a chuva e o vento sem se mover. Enquanto a gente não levantar do banco nunca saberá se a vida será algo mais. Acredite: sempre que a gente corre atrás é muito mais do que a gente sonha.

    Quem espera, se contenta com aquilo que aparece. Aceita o pouco como suficiente. Aqueles inquietos e curiosos não estão satisfeitos com o que é fácil. Porque quem sai da zona de conforto e vai atrás de seus objetivos tem sempre um final mais feliz.

    SONY DSC

     381 total views

      Se você pode sonhar…

      “E assim, depois de muito esperar, num dia como outro qualquer, decidi triunfar…
      Decidi não esperar as oportunidades e sim, eu mesmo buscá-las.
      Decidi ver cada problema como uma oportunidade de encontrar uma solução.
      Decidi ver cada deserto como uma possibilidade de encontrar um oásis.
      Decidi ver cada noite como um mistério a resolver.
      Decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de ser feliz.
      Naquele dia descobri que meu único rival não era mais que minhas próprias limitações e que enfrentá-las era a única e melhor forma de as superar.
      Naquele dia, descobri que eu não era o melhor e que talvez eu nunca tivesse sido.
      Deixei de me importar com quem ganha ou perde.
      Agora me importa simplesmente saber melhor o que fazer.
      Aprendi que o difícil não é chegar lá em cima, e sim deixar de subir.
      Aprendi que o melhor triunfo é poder chamar alguém de”amigo”.
      Descobri que o amor é mais que um simples estado de enamoramento, “o amor é uma filosofia de vida”.
      Naquele dia, deixei de ser um reflexo dos meus escassos triunfos passados e passei a ser uma tênue luz no presente.
      Aprendi que de nada serve ser luz se não iluminar o caminho dos demais.
      Naquele dia, decidi trocar tantas coisas…
      Naquele dia, aprendi que os sonhos existem para tornar-se realidade.
      E desde aquele dia já não durmo para descansar… simplesmente durmo para sonhar.”

      Walt Disney

      Um final de semana de sonhos incríveis!

      SONY DSC

       324 total views