Diário de uma Vegana: vencendo preconceitos

 

Ontem fui a um evento que ~ para aqueles que me conhecem bem ~ foge à minha realidade: o lançamento da nova temporada da série da GNT “Diário de uma Vegana“. Por ter uma alimentação (bem) diferente de vegan, a princípio fiquei bastante receosa, mas decidi ir justamente por este motivo. Quis quebrar a barreira do preconceito e conhecer uma nova filosofia de vida.

Tenho irmã e mãe vegetarianas e sei bem como é difícil encarar os questionamentos da sociedade devido às escolhas da alimentação. Portanto, além da curiosidade, eu estava na obrigação com você leitor, de conhecer algo totalmente diferente e que é tão pouco explorado por aí.

E o evento foi simplesmente incrível! Comidas e bebidas veganas com uma mistura de cores, sabores e temperos que tornou tudo ainda mais delicioso. Pastas de legumes misturadas com queijos veganos e flores comestíveis deram o tom da festa com uma anfitriã extremamente simpática e atenciosa.

Fiquei encantada com o carinho de Alana Rox com os convidados e seu engajamento no estilo de vida vegan. Além de receitas, em seu canal ela ensina receitas de saúde e beleza e é embaixadora da marca de cosméticos veganos Baims, que também pude conhecer de pertinho ontem.

Segundo Alana “Ser vegana é um respeito ao outro, ao irmão animal, ao planeta, mas sobretudo, a si mesma.”

Na primeira temporada, o programa mostrou bastante receitas caseiras. Já nesta temporada, Alana vai mostrar um pouquinho mais sobre o que é ser vegana fora de casa.

A segunda temporada do programa “Diário de Uma Vegana” estreou no canal oficial do GNT no YouTube essa semana. Além disso, os novos episódios também serão exibidos na TV, em horários variados. Vale a pena conferir!

Espero que este seja apenas o primeiro passo para conhecermos um pouco melhor sobre aquilo que é diferente e possamos respeitar cada vez mais filosofias diferentes das nossas.
Conta aqui o que você achou 🙂

    Continue a nadar… e o novo filme da Dory

     

    E, depois de 13 anos do lançamento de “Procurando Nemo”, estreou ontem em todo Brasil o tão aguardado “Procurando Dory”. Fui conferir e claro que eu adorei. Mas, mais marcante que a volta de personagens tão queridos e a surgimento de novos integrantes à turma de Nemo, Marlin e Dory,  é a lição que fica de toda a história.

    Em uma sessão repleta de crianças, era possível perceber a reação do cinema a cada cena do filme: desde às tiradas e piadas mais engraçadas até a comoção dos momentos mais emocionantes.

    Pra quem conhece a história, sabe que Dory ajudou Marlin a encontrar Nemo no primeiro filme, o qual eles cruzam o oceano enfrentando criaturas perigosas e lugares desconhecidos. Nesta sequência é a vez de pai e filho ajudar a Dory a encontrar sua família. Como ela tem o problema de perda de memória recente, fica ainda mais complicado para lembrar de sua história, de onde veio e quem são os seus pais.

    Desta vez eles vão para a Califórnia e novos personagens aparecem para ajudar na busca. Um deles é Hank, o polvo interpretado na versão dublada por Antonio Tabet. Já amei e preciso de uma pelúcia dele urgente rsrsrs… baleias, leões marinhos e ostras também aparecem no filme que tenta passar a mensagem de que lugar de animal selvagem é solto na natureza e no oceano.

    Dory mostra que, apesar da perda de memória, é possível ser bem humorada e feliz. Ela nos ensina que muitas vezes a nossa vida não acontece de acordo com o que planejamos. E tudo bem, porque às vezes quando a gente não planeja, as coisas podem ser ainda melhores.

    Que a gente seja um pouco mais leve, feliz, espontâneos… e leve um pouco mais de Dory para as nossas vidas.

    IMG_9230

    Para quem ainda não viu, dá uma olhada no trailer pra ficar ainda mais curioso…

    dory

    Corre pro cinema porque a história vale a pena, não importa a sua idade… você vai amar! 🙂