Vídeo novo: renovando um tronco de árvore

Você já pensou em reutilizar um tronco de árvore? Por aqui a gente reaproveita tudo!

Depois de uma tempestade, perdemos uma árvore centenária em nosso sítio de Monte Azul e, para deixar a memória desta árvore eternamente conosco, transformamos parte de seu tronco em uma floreira para suculentas.

Além de enfeitar o jardim, a árvore carrega as lembranças boas do crescimento da vida. Aperte o play e confira a transformação completa!

E aí, o que achou deste projeto? Conta aqui 🙂

    10 dicas para cultivar suculentas em casa

    Para quem acompanha as redes sociais do blog ~ se você ainda não me achou no instagram, dá uma olhada em @casadacaubi ~ sabe que eu amo plantinhas, em especial as suculentas.

    As suculentas são plantas que acumulam água em suas folhas, por isso a principal característica dessa espécie é ter as folhas e caules bem gordinhos e é daí que vem o nome “suculenta”.

    Além de enfeitar a casa, estas plantas são bem resistentes e muito fáceis de cuidar além da versatilidade para plantar em qualquer lugar. As suculentas são plantas que precisam de muita luminosidade e pouca água, ou seja, não precisam de muito cuidado para crescerem.


    Veja aqui 10 dicas para ter suculentas lindas, saudáveis e produtivas em casa:

    1. Plante sua suculenta em um ambiente bem drenado, seja vaso, xícara, terrário, etc. É importante preparar muito bem a terra para que sua suculenta dure o máximo possível onde você for plantar, mesmo que não seja um vaso com furo embaixo. Monte o vaso nesta ordem: cascalho, um pedacinho de TNT, substrato, terra e suculenta, finalizando com musgo ou pedrinhas ornamentais.

    2. Como as suculentas são plantas do deserto, elas preferem a terra seca. Regue com o intervalo mínimo de 7 dias, sempre checando com os dedos a umidade da terra. Se estiver úmida, não regue.

    3. Utilize um conta gotas ou seringa para regar suas suculentas e nunca encharque de água no vaso pois as raízes podem apodrecer. Por aqui, eu utilizo um conta gotas para não exagerar na água, sempre acompanhando também a temperatura externa.

    4. Suculentas gostam de sol e de luz e a maioria delas precisa de iluminação direta. Se você mora em apartamento, deixe as plantinhas próximas a janelas ou sacadas.

    5. Preste atenção na iluminação pois elas não vão sobreviver em locais com pouca luz como banheiros, estantes e prateleiras internas ou mesas de centro na sala.

    6. Se alguma ‘folha’ da suculenta cair durante o manuseio, não fique triste. É só colocar na terra ~ pode ser no mesmo vaso ou em um novo ~ com a pontinha enfincada que em breve ela vai criar raízes e crescer novamente, gerando outra suculenta.

    7. Suculentas precisam de mais cálcio do que as plantinhas de sombra. Este nutriente pode ser encontrado na casca do ovo e pode deixar os caules mais duros e resistentes ao vento. Se você perceber certa fraqueza nas suas suculentas, triture as cascas de um ovo no liquidificador e jogue o pó na terra.

    8. As suculentas precisam ficar apenas com as plantinhas do mesmo tipo ~ suculentas ou cactos. Não misture plantas de muita rega que as suculentas vão eventualmente acabar morrendo afogadas.

    9. Se a plantinha estiver com folhas envelhecidas ou sujas, manuseie com cuidado e sempre com a ajuda de um pincel. Apesar de resistentes, as suculentas são plantinhas delicadas e qualquer movimento brusco pode arrancar suas folhas.

    10. Use sua criatividade. As suculentas são plantas que podem ser cultivadas em diferentes vasinhos e se reproduzem muito rápido. Abuse das cores e crie seu jardim!

      Vídeo novo: carriola de flores

       

      Que tal começar a semana com uma inspiração de ‘faça você mesmo’ super simples, prática e que vai deixar seu quintal e sua casa super charmosos?

      Aproveitei a obra que está rolando no sítio e transformei uma carriola de carregar cimento em um jardim de suculentas. Este foi o resultado:

      Acompanhe o passo a passo desta transformação no vídeo de hoje. Aperte o play e confira:

      E aí, o que achou do resultado?
      Conta aqui 🙂

      646 total views, 1 views today

        Como cultivar hortelã em casa

         

        Um dos melhores hábitos que desenvolvi aqui em casa foi ter a minha própria horta. Faz toda a diferença na cozinha ter temperos frescos, além de alegrar e colorir o ambiente né? E uma das minhas plantinhas favoritas que cultivo na minha horta é o hortelã.

        Muito versátil, o hortelã pode ir em receitas doces, salgadas e fazer aquele chá para aquecer o frio do inverno. Além disso, o seu o pé deixa o ambiente muito cheiroso. Mas não podemos apenas ter um vasinho para enfeitar; é preciso cuidar muito bem dele para que ele cresça saudável e resista bem às adversidades para ficar forte e estar sempre brotando.

        Por isso, separei algumas dicas que acho interessante compartilhar para deixar seu pé de hortelã sempre lindo:

        1. Um pé de hortelã precisa de muito espaço para se desenvolver, por isso não pode ser plantado em vasos muito pequenos ou dividir seu espaço com outras plantas. Deixe sempre ele sozinho.
        2. Escolha um vaso com furos de drenagem no fundo. A hortelã cresce muito melhor em solos bem drenados.
        3. A hortelã deve sempre estar com a terra úmida, portanto é importante regar a plantinha todos os dias. No calor, fique de olho: às vezes é preciso regar duas vezes.
        4. Ela se desenvolve muito bem na claridade. Mantenha seu pé de hortelã perto do sol mas cuidado com o sol quente do período da tarde para não exagerar na dose. Não deixe seu pé de hortelã exposto ao vento.
        5. Corte frequentemente sua plantinha para que ela continue a crescer forte e que possa manter o sabor e aroma das folhas. Mas, cuidado: não corte mais do que um terço das folhas de uma só vez.

        Com essas dicas é possível manter seu pé de hortelã próspero e saudável para que ele possa enfeitar a casa e ajudar na preparação de suas receitas culinárias.

        E aí, o que achou destas dicas?
        Conta aqui 🙂

        134 total views, no views today