Semana 27: namoridos e o primeiro dia das mães

 

Eu e sua mãe não nos casamos; aliás, nossa história nunca seguiu um caminho muito comum. Nos conhecemos no trabalho, não tínhamos quase nada a ver um com o outro, e em poucos dias saindo juntos eu já a levei ao velório do pai de um amigo. Alguma coisa parecia ser diferente. Mais algum tempo e ela já passava mais tempo na minha casa que na casa dela.

Depois de algum tempo de namoro, continuávamos a não ter muitas coisas em comum e mesmo assim ia tudo muito bem. Lógico que com algumas brigas, mas você vai perceber que não tem como conviver comigo sem uma briguinha de vez em quando. Um dia sentado em uma mesa de bar (meu lugar favorito para pensar na vida) eu estava pensando na vida e comecei a questionar o motivo de estarmos juntos e percebi que eu não tinha uma resposta. Por alguns minutos fiquei extremamente desconfortável com isso e não consegui aceitar, mas logo cheguei a uma conclusão que eu gostaria de te passar.

Quando encontramos um motivo muito fácil para gostar de alguém ou de algo, devemos refletir para saber se o gostar é sincero e profundo. “…Quando gostamos de uma flor pelo seu perfume, quando esse já não for tão forte será que ainda gostaremos dela?…” Quando o gostar é profundo e sincero não precisa de motivos, gostamos única e exclusivamente por nos fazer sentir bem.

lucca1

Gosto de falar que eu e sua mãe somos namoridos, porque nosso relacionamento não passou pelas etapas comuns. Sem promessas, sem obrigações, sem regimento. Juntos porque assim nos sentimos bem.

Vá onde queira ir, esteja com quem queira estar, sem se preocupar com os motivos e tudo estará bem.

Mudando um pouco de assunto (é outra coisa que eu gosto de fazer, vai se acostumando) eu queria aproveitar essa carta e te agradecer. Essa semana foi o seu primeiro dia das mães e sua mãe estava muito feliz. Você ainda nem nasceu e já consegue trazer tanta alegria, e luz para nossas vidas que só me faz querer te pegar o quanto antes no colo.

lucca2

Essa musica é de um grupo que eu gosto bastante e que você tem ouvido bastante aí de dentro da barriga da sua mãe. Em homenagem a ela também e ao primeiro de muitos dias das mães juntos eu escolhi essa música.

P.S.: Eu comprei um presente para ela e coloquei seu nome, você está me devendo essa.
P.S.2.:  Parabéns de novo mamãe!!!

Bjs do seu pai.

Cartas de hoje, para amanhã sobre o ontem.

 537 total views

    A semana 20

     

    É engraçado como foi tão difícil de escolher um nome, mas depois parece que ele já era seu desde sempre. Agora além dos pronomes você também tem um nome, Lucca.

    Você tem crescido bastante e as pessoas até acham que sua mãe está grávida de gêmeos rsrsrs (eu até que iria gostar). Cada dia que passa parece que o peso da responsabilidade aumenta e não paro de pensar no mundo que você vai conhecer. Como e para que devemos te preparar?! Qual o limite do entre preparar e proteger?!  São tantas questões, tão poucas respostas e já pode ir se acostumando que é isso que chamamos de vida.

    Sobre o mundo que você vai conhecer, eu sinceramente tenho meus receios. A coisa por aqui anda feia, o país está em crise, a corrupção em alta e as pessoas cada dia menos tolerantes. O egoísmo predomina, notícia boa é exceção e não é só no Brasil não. Espero que aí no futuro tudo esteja mais calmo.

    Independente de como estiver a situação por aí eu gostaria de te ensinar uma palavra:” EMPATIA – A empatia é, segundo Hoffman (1981), a resposta afetiva vicária a outras pessoas, ou seja, uma resposta afetiva apropriada à situação de outra pessoa, e não à própria situação…”.  Para facilitar, empatia é se colocar no lugar do outro e tentar perceber uma situação a partir do seu ponto de vista. Essa palavra, que nem é tão grande, pode fazer muita diferença, nunca se esqueça de usá-la.

    Essa semana também comprei meu primeiro presente para você. Eu queria que fosse algo especial, que levasse um pouco de mim e que também pudesse fazer parte da sua vida. Por isso decidi te apresentar a uma pessoa que me inspirou e me entreteve muito: Sherlock Holmes.

    sherlock

    Enquanto você não pode ler sozinho pode contar comigo, tenho certeza que vamos nos divertir muito com essas histórias.

    Essa semana ainda, ouvi muito uma das minhas bandas favoritas e que fez parte de muitas passagens da minha vida. Você não precisa gostar do que eu gosto, mas espero que tenha boas recordações assim como eu tenho e que não se prenda a rótulos e nem em escolhas. Você não precisa ouvir só um estilo de música, escolher apenas uma cor ou um comida favorita, ser de esquerda ou de direita, ter apenas uma religião.

    No entanto se decidir escolher algo, lembre-se de respeitar as escolhas dos outros, saber que não existe uma verdade única e que, no final das contas, o que importa não é estar certo e sim estar sinceramente feliz.

    Bjs do seu Pai (cada dia mais sinceramente feliz).

     

    Cartas de hoje, para amanhã sobre o ontem.

     804 total views

      Semana 8: hoje você já olhou sua vida de outro ponto de vista?

       

      Dezembro de 2015. Já era quase Natal e, como de costume, eu já estava pronto para ir para Avaré. A vida corria simples, muitas tarefas, algumas pausas para questionamentos filosóficos, já pensava em tudo que queria ter feito e ainda não fiz e nas próximas “promessas” de Ano Novo.

      Sempre gostei de pegar ônibus (fora de horário de pico óbvio) e às vezes até sinto falta. O fato de sentar no banco da janela e ver o mundo por aquele vidro sujo, as coisas acontecendo lá fora em uma velocidade diferente… sempre despertou meus pensamentos e devaneios.

      Essa semana não foi diferente. Logo nos primeiros dias, eu já estava com a cabeça cheia de preocupações, ansiedade (espero que você não saiba o que é isso e se souber que aprenda a lidar melhor do que eu rsrsrs) e coisas a fazer . Quando me sentei à janela de um ônibus, a caminho de um cliente, e comecei a vislumbrar o mundo, as pessoas, todos tão imersos em suas próprias atmosferas e logo me veio à cabeça como um olhar diferente pode mudar uma situação. Fiquei com isso na cabeça.

      Mais alguns dias se passaram, a semana se arrastava até que recebi uma notícia daquelas que você precisa parar, respirar e pedir para a pessoa repetir para ter certeza do que ouviu. Existem notícias que por mais que você queira ou espere, quando é recebida causa um grande impacto. A noticia é que eu seria pai.

      A semana acabou tão boa quanto poderia acabar, com os primeiros exames e o primeiro ultrassom. Pela primeira vez ouvi o coração tão pequenino, mas que batia com tanta força que parecia bater dentro de mim. Eu estava muito feliz, era a realização de um sonho, talvez o maior deles, mas mesmo sabendo de toda a responsabilidade e mudanças que esse acontecimento iria trazer para minha vida eu estava completamente tranquilo.

      Não vou esquecer do meu primeiro momento sozinho após esse exame, quando todos os pensamentos começaram a se alinhar e as “fichas começaram a cair”. Eu estava no carro, voltando para casa com o rádio ligado (não sei se alguém ainda faz isso rsrsrs…, mas eu prefiro ouvir rádios do que mp3 e afins) e começou a tocar uma musica chamada Paradise City do Guns n’ Roses. Se você ainda não conhece, é essa aqui.

      Logo a primeira frase da música, que diz algo como “(…) Me leve de volta pra cidade paraíso / Onde a grama é verde e as garotas são lindas…”, me lembrou daquilo que vinha pensando a semana toda. Enquanto eu olhava para fora, tudo parecia mais calmo e mais bonito, comecei a lembrar de tudo o que me aborrecia e preocupava antes e as mesmas coisas não pareciam ter tanta importância.

      Você nem nasceu e já está me ensinando algumas lições: umas delas é que tudo o que passamos e como nos sentimos com isso dependem muito de como olhamos a situação. Que sempre devemos buscar um olhar melhor, que nos traga paz, calma e que nos faça bem. Não precisamos fugir para conhecer Paradise City, a grama verde e a beleza sempre está ao nosso redor, basta olhar com os olhos certos.

       

       

      Muito obrigado por me trazer um olhar melhor do mundo.

      Bjs do seu Pai.

      Cartas de hoje, para amanhã sobre o ontem.

      IMG_2709

       365 total views

        Obrigada pai

        Obrigada por ser meu maior exemplo de trabalho, humildade e perseverança.
        Obrigada por sempre estar lá quando eu preciso, mesmo quando não peço ajuda.
        Obrigada por me deixar fazer parte de sua vida e ter construído uma família cheia de amor e união.

        Pai, hoje é o dia em que não pedimos nada, apenas agradecemos por ter você. Te amo.
        Feliz dia dos pais para todos aqueles que enchem nossos dias de lições maravilhosas.

         881 total views