Vlog: dois dias em Frankfurt

Vamos explorar a cidade de Frankfurt, na Alemanha?

A cidade foi o trecho final das minhas férias. Como tem voo direto para São Paulo, optamos por voltar por Frankfurt e ficar duas noites para conhecer o principal centro financeiro da Alemanha.

Ficamos hospedados no Steigenberger Frankfurter Hof, bem próximo ao centro histórico da cidade. Além de um hotel incrível, a localização era perfeita: fizemos tudo a pé e pudemos conhecer bastante da cidade caminhando aos redores do hotel.

Aperta o play e vem conhecer Frankfurt comigo!

Me conta o que achou dessa viagem 🙂

    Vídeo novo: Colônia

    Vamos para Köln? Traduzindo para o português, Colônia é a quarta cidade mais povoada da Alemanha e cortada pelo Rio Reno.

    Esta foi uma das minhas cidades favoritas nesta viagem, que possui muita cultura e, ao mesmo tempo é aconchegante e muio alegre.

    Colônia foi uma das cidades mais bombardeadas da Alemanha nazista durante a Segunda Guerra Mundial, sendo que a Força Aérea Real  jogou 35.268 toneladas de bombas na região durante o conflito.

    O bombardeio reduziu a população em 95%, principalmente devido à evacuação e destruiu quase toda a estrutura da cidade. Com a intenção de restaurar tantos edifícios históricos quanto possível, a reconstrução bem sucedida do pós-guerra resultou em uma paisagem urbana muito mista e única.

    A Catedral de Colônia ~ Kölner Dom ~ é a quinta igreja mais alta do mundo e foi considerada um patrimônio da humanidade. Este é o ponto mais visitado da Alemanha. Esta Catedral demorou aproximadamente 600 anos para ser construída e resistiu aos 14 ataques de bomba da Segunda Guerra Mundial

    Segundo a lenda, nesta catedral estão guardados os restos mortais dos três reis magos (no vídeo eu mostro onde eles estão, não perca!).

    A ponte Hohenzollern  é um ponto obrigatório para quem vai à Colônia. Destruída em 1945 pelos militares alemães em uma tentativa de evitar a invasão das tropas aliadas na cidade, ela foi reconstruída logo após a guerra e voltou a ser utilizada em 1948. Atualmente mais de 1300 trens cruzam a ponte diariamente. 

    Ao longo da ponte encontram-se cadeados com nomes de casais. Segundo a lenda, um rapaz apaixonado escreveu seu nome e de sua amada em um cadeado, prendeu na grande da ponte, pegou a única chave existente e arremessou no Rio Reno. Assim, a única forma de acabar com o amor deles seria achando a chave e abrindo o cadeado. 

    Por isso, cada casal apaixonado que passa pela ponte, prende um cadeado de amor eterno.

    Depois da caminhada, uma pausa para o almoço. Sentamos no Cafe Reichard, bem em frente à Catedral. Vista linda, comida deliciosa.

    Minha escolha: wiener kalbsschnitzel, ou carne de vitela empanada com batatas e salada.

    Logo depois, veio a caminhada em direção ao Schokoladenmuseum, ou Museu de Chocolate. No museu, é possível conhecer um pouco sobre a origem e história do chocolate e acompanhar o processo produtivo da Lindt. A visita termina dentro de uma loja repleta de chocolates diferentes e deliciosos.

    Colônia foi amor à primeira visita. Já saí de lá querendo voltar.

    E aí, o que achou dessa viagem?
    Conta aqui 🙂

      Vlog: passeando por Düsseldorf

      E para continuar a minha viagem de férias, que tal explorar a Alemanha comigo? Começamos o trajeto alemão por Düsseldorf, uma cidade linda às margens do Rio Reno.

      Tem vlog no Youtube com o passeio completo, aperta o play e vem comigo!

      Düsseldorf é o segundo maior centro financeiro da Alemanha e a terceira maior comunidade japonesa da Europa.

      Uma das avenidas mais famosas da cidade é a A “Kö”, que significa Königsallee ~ ou Avenida Real. Algumas das joalherias de maior reputação, grifes e galerias tem suas lojas lá. A Kö tem, aproximadamente, as maiores rendas de shoppings e escritórios da Alemanha.

      Em Düsseldorf nós ficamos 2 noites e nos hospedamos no hotel Nikko. Bem próximo à estação de trem, este é um hotel japonês com um ótimo restaurante e localização perfeita para andar a pé pela cidade.

      E no final de novembro, o clima de Natal já preenchia as ruas de Düsseldorf. Na Alemanha, os mercados de Natal começam tradicionalmente um mês antes do Natal ~ ou seja, 25 de novembro.

      Infelizmente não consegui ver os mercados natalinos em funcionamento mas, mesmo assim, já deu pra sentir o clima maravilhoso dessa época do ano por lá.

      E no último dia, fomos abençoados com um pôr do sol perfeito.

      Vem comigo aproveitar um pouquinho da Alemanha e me conta o que achou dessa viagem 🙂

        Vlog: 3 dias em Paris

        Vem comigo e embarque nesta viagem para Paris.

        Viajei com a família na semana de 15 de novembro de 2019 e pude conhecer um pouco da cidade luz. Esta foi a minha primeira vez em Paris e, apesar do frio, foi possível conhecer os principais pontos turísticos da cidade em 3 dias de viagem.

        Nós ficamos hospedados no bairro Saint-Germain-des-Prés, em um flat chamado Citadines. Eu recomendo este local principalmente pela localização: simplesmente perfeita! A poucos metros da Catedral de Notre-Dame, n]ao utilizamos carro nem metrô: andamos a pé sem nenhuma dificuldade o tempo todo.

        Este flat também é legal para quem procura o conforto de casa: possui cozinha dentro do apartamento então é possível dar uma passada no mercado e aproveitar as refeições com mais conforto.

        Vista do nosso quarto no Citadines

        Dia 1: sábado de protestos pela cidade. Não conseguimos andar até a Champs-Élysées, então seguimos o roteiro: Notre-Dame, Louvre, Jardim de Tuileries.

        Museu do Louvre

        No Jardim de Tuileries, bem próximo ao Louvre já tinha começado o Mercado de Natal, com barracas com diversas comidas típicas, brinquedos e atrações natalinas.

        Mercado de Natal – Jardim de Tuileries

        Depois, seguimos para o Jardim de Luxemburgo.

        Jardim de Luxemburgo

        Dia 2: domingo. Depois dos protestos, as principais vias da cidade já estavam liberadas, então foi possível caminhar do flat até a Torre Eiffel passando pela Ponte Alexandre III e Hôtel des Invalides.

        … pelas ruas da Paris, a caminho da Torre Eiffel
        Torre Eiffel
        Jardim do Trocadéro

        Depois da Torre Eiffel, fomos até o Arco do Triunfo e passeamos sem pressa pela avenida Champs-Élysées.

        Arco do Triunfo

        Dia 3: nosso vôo de volta seria às 16h então o tempo era cronometrado para o passeio da manhã. Aproveitamos a manhã chuvosa para conhecer a Sainte-Chapelle, que fica próxima à Notre-Dame e bem pertinho do nosso flat.

        Sainte-Chapelle

        E aí, o que achou desta viagem? Me conta!
        E fica ligado por aqui, em breve tem mais dicas e roteiros de Paris 🙂