Os símbolos da Páscoa

A Páscoa está chegando e junto com ela vem a expectativa de encontrar coelhos e ovos por todos os lugares. Mas você sabe o que significam alguns símbolos da Páscoa? Eu confesso que não conhecia muito e, depois de pesquisar, acredito que esta época se torna ainda mais especial.
Veja o que significam alguns símbolos da Páscoa.

Os ovos de Páscoa
O ovo de páscoa é um dos mais tradicionais símbolos desta época e talvez o mais esperado pelas crianças.

Nas culturas pagãs, o ovo trazia a ideia de começo de vida. Os povos costumavam presentear os amigos com ovos, desejando-lhes boa sorte. Os chineses já costumavam distribuir ovos coloridos entre amigos, na primavera, como referência à renovação da vida.

Já os cristãos do oriente foram os primeiros a dar ovos coloridos na Páscoa simbolizando a ressurreição, o nascimento para uma nova vida. Nos países da Europa costumava-se escrever mensagens e datas nos ovos e doá-los aos amigos. Em outros, como na Alemanha, o costume era presentear as crianças. Na Armênia decoravam ovos ocos com figuras de Jesus, Nossa Senhora e outras figuras religiosas.

A substituição dos ovos de animais pintados por ovos de chocolate, pode ser justificada pela proibição do consumo de carne animal, por alguns cristãos, no período da quaresma, tornando a tradição do chocolate popular até os tempos de hoje.

Durante as festividades, para comemorar o início da primavera e a época de plantio, os ovos eram cozidos, pintados e presenteados, para representar a fertilidade e a vida.

O ovo da páscoa simboliza nascimento, renovação periódica da natureza, cuja imagem aparece agregada ao coelho, que representa a fertilidade e multiplicação.

Coelho da Páscoa
O coelho de Páscoa tornou-se o símbolo da fertilidade e da vida, por causa de sua capacidade em se reproduzir em grandes ninhadas.

Está relacionado com a Páscoa por representar a esperança de vida na Ressurreição de Jesus Cristo.

Vários povos da antiguidade já consideravam o coelho como símbolo da fertilidade, pois com a chegada da primavera, eram os primeiros animais a saírem de suas tocas.

E assim, o coelho tornou-se popular junto com o ovo nas tradições de família no domingo de Páscoa e a partir destas histórias, surgiram as brincadeiras que passam pelas gerações cheias de crenças, amor e união.

    Receita do dia: ovo cocotte

     

    Que tal começar a semana com uma receita que irá deixar seu dia muito mais colorido e feliz? O ovo na cocotte é um charme para servir e uma delícia para comer. Vai bem no café da manhã, brunch ou até no lanche da tarde para fazer para você mesmo ou receber e surpreender aquela visita querida com essa mistura de sabores.

    Para quem não conhece, o nome cocotte se refere à mini panela em que a receita é feita, um minicaçarola – muito utilizada na França – e super apropriada para servir porções individuais. O charme é levar a cocotte direto à mesa. E esse ovo vai combinar muito bem com aquela recepção super colorida e descontráida.

    Veja abaixo como é fácil preparar esta receita:

    Ingredientes:
    2 ovos
    1 fatia de presunto tipo parma
    2 colheres de sopa de creme de leite
    Sal, pimenta a gosto
    Queijo parmesão ralado a gosto

    Modo de fazer:
    Pré-aqueça o forno a 180 graus.

    Unte uma cocotte com manteiga e forre com o presunto parma picado grosseiramente com as mãos. Acrescente o creme de leite e espalhe pela cocotte sob o presunto. Em seguida, quebre os ovos e coloque na cocotte delicadamente, para que ele não quebrem as gemas. Adicione sal e pimenta a gosto.

    Leve ao forno dentro de uma assadeira forrada com água até metade de altura da cocotte. Deixe assar por aproximadamente 15 minutos. Abra o forno, acrescente o queijo parmesão ralado sobre o ovo e deixe assar por mais 5 minutos até gratinar.

    Retire do forno e sirva imediatamente dentro da própria cocotte. Vale cortar um pão ciabatta em cubos para acompanhar sua receita. Bom apetite!

    E aí, o que achou desta receita?
    Conta aqui 🙂

    118 total views, no views today