Descobrindo a lenda do Casillero del Diablo

 

Para quem amou o post anterior sobre a minha visita à vinícola Concha y Toro, hoje tem mais! Depois de conhecer as uvas, o casarão de Don Melchor e fazer duas degustações, seguimos para um dos pontos mais legais do passeio: conhecer de pertinho a lenda do Casillero del Diablo.

Fomos até a adega original da lenda de Don Melchor, que foi feita em meados do século XIX. Atualmente, a adega é um patrimônio arquitetônico da vinícola. Ela foi construída à base de tijolos assentados com uma técnica conhecida como cal e canto (mistura de areia, cal e clara de ovo) que dá firmeza à estrutura e permitiu que a adega tenha se mantido quase que intacta ao longo dos anos. Além disso, ela fica quatro metros abaixo da terra, o que mantém naturalmente as condições perfeitas para a guarda do vinho no barril.

E é justamente assim que a lenda começa. Por ter condições perfeitas para guardar os melhores vinhos, don Melchor construiu esta adega para consumo pessoal. Porém, algumas de suas melhores garrafas começaram a desaparecer. Para evitar que isso continuasse acontecendo, ele criou uma lenda e espalhou o boato de que o Diabo mesmo era quem cuidava do local. Desde então, nunca mais nenhuma garrafa sumiu do lugar que, com o tempo passou a se chamar ‘Casillero del Diablo’, dando origem ao vinho chileno mais conhecido e reconhecido mundialmente.

Esta parte do passeio é bem interativa, com filmes, sons e barulhos que deixam os visitantes entrar totalmente no clima e no mistério que cercam a lenda.

Atualmente, a adega abriga a lenda e os melhores vinhos da vinícola, inclusive o acervo pessoal dos sócios da empresa.

E aí, o que achou da lenda? A melhor herança que a lenda nos deixa é o próprio vinho Casillero del Diablo, que é uma das marcas mais icônicas e famosas da vinícola e um dos meus vinhos favoritos.

Me conte o que achou dessa história e continue acompanhando mais curiosidades e histórias da minha viagem ao Chile 🙂

    Um tour pela vinícola Concha y Toro

     

    Impossível escrever sobre vinhos por aqui e não falar da Concha y Toro né? Para quem acompanha o blog há algum tempo sabe do meu carinho pela marca e que na minha viagem ao Chile não poderia ser diferente: o tour pela vinícola Concha y Toro seria uma parada obrigatória. 🙂

    Saímos de São Paulo com a reserva já feita através do site. É possível agendar com até 24h de antecedência, dependendo da disponibilidade dos horários. Chegando à Concha y Toro, basta se identificar na entrada e informar o número da reserva para ter o acesso liberado.

    Existem dois tipos de tour: o Tradicional e o Marques de Casa Concha. A diferença entre eles é basicamente a quantidade de degustações e os horários de visita. Com maior disponibilidade de horários (é possível agendar visitas das 10h às 17h), optamos pelo tour Tradicional, com 1 hora de duração e guia em português. Este passeio custa 14 mil pesos (cerca de 75 reais) e inclui ~ além do tour pela vinícola ~ 3 degustações e uma taça da vinícola de presente ao final do passeio.

    Ao passar pelo portão principal, havia um guia para informar o ponto de encontro. Chegamos com cerca de 30 minutos de antecedência e o tour pela vinícola começou pontualmente no horário agendado.

    A visita começa pelos jardins da vinícola que dão acesso à mansão onde morava a família fundadora da Concha y Toro, que criou a marca em 1883. Tudo começou quando Don Melchor ~ o criador de Concha y Toro ~ trouxe uvas da Europa para plantio e consumo próprio de vinho.

    Atualmente, a marca conta com mais de 100 mil hectares de plantação, espalhados por 54 vinhedos do Chile, Argentina e Estados Unidos. A Concha y Toro possui 12 marcas de vinho (Carmín de Peumo, Don Melchor, Amelia, Terrunyo, Marques de Casa Concha, TRIO, Casillero del Diablo, Sunrise, Frontera e Almaviva) e exporta para mais de 100 países, sendo a maior marca de vinhos do mundo em produtividade.

    Saindo do jardim, caminhamos em direção ao vinhedo de Pirque Velho, com lugar para 26 cepas de uvas viníferas. A época de colheita é entre os meses de março e maio, portanto não foi possível ver as uvas; apenas a folhagem crescendo. E foi uma experiência e tanto, é realmente lindo!

    E então fizemos a primeira parada para degustação: o primeiro vinho foi um Marques da Casa Concha Sauvignon Blanc super leve e gostoso. Melhor ainda porque provamos com esta vista maravilhosa!

    Em seguida, em um ponto um pouco mais alto, passamos para a degustação de vinho tinto: fomos de Carmenere Marques de Casa Concha, um pouco mais encorpado mas igualmente delicioso.

    E seguimos o tour para uma das partes mais aguardadas do passeio: a lenda do Casillero del Diablo! Pudemos visitar e conhecer a área de armazenagem dos barris e um pouco mais sobre a lenda tão famosa de Don Melchor. Vou contar os detalhes dessa visita e um pouco mais sobre a lenda em um post exclusivo, com fotos incríveis ~ inclusive com o próprio diabo rsrsrs…. ~ aguardem!

    Finalizamos o passeio com uma última desgustação: um Casillero del Diablo! Ao fim do tour, fomos direto ao Wine Bar para almoçar. Entre sanduíches e saladas, é possível também escolher uma tábua de queijos e frios e harmonizar com os vinhos Concha y Toro. Eu comi um ciabatta de avocado com ricota, salmão e mostarda harmonizado com um Chardonnay. Incrível!

    Por fim, fomos à loja da vinícola com todas as variedades e marcas da Concha y Toro disponíveis para venda. Os preços são inacreditáveis se comparados ao Brasil. Tivemos sorte em aproveitar uma promoção de 4 garrafas de Marques de Casa Concha por 37.000 pesos (algo em torno de 185 reais). Apenas para comparar: aqui no Brasil é possível encontrar cada garrafa a partir de 120 reais. Ou seja, se você é fã de vinhos, vá com a mala vazia para aproveitar esta oportunidade!
    *Vale a pena consultar a companhia aérea. Eu fui de Latam e era permitido trazer na mala de mão 4 garrafas.

    Como chegar: a vinícola fica a cerca de 30km do centro de Santiago e é bem tranquilo utilizar transporte público para chegar até lá. Nós fomos de metrô e ônibus e o único ponto negativo foi carregar os vinhos que compramos na volta. Como os preço estavam muito bons, não resistimos e trouxemos pra casa algumas garrafas 🙂

    Fizemos o seguinte roteiro: no Metro de Santiago pegamos a linha 4 (azul escuro) até a Estação Las Mercedes. Saindo da estação, fomos à saída “Concha y Toro Oriente” e então pegamos um ônibus ~ apenas as linhas Metrobus n° 73, 80 ou 81, que param em frente à entrada da vinícola ~ que nos deixou bem em frente à entrada principal. Cada trajeto fica em menos de 1.500 pesos (cerca de 7 reais) por pessoa.

    Vinícola Concha y Toro
    Avenida Ramon Subercaseaux, 210 -Pirque
    De segunda à domingo das 10h às 17h
    Idiomas: espanhol, inglês e português

    Não perca o próximo post: vou contar um pouquinho mais sobre a lenda do Casillero del Diablo!

      Casillero del Diablo e o Halloween do Devilish Release Cabernet Sauvignon

       

      Semana passada ~ a convite da Casillero del Diablo ~ fui a uma festa de Halloween, ou melhor, HalloWINE no espaço Tastemade para conhecer o lançamento do vinho Devilish Release Cabernet Sauvignon, edição especial e comemorativa da tão amada marca de vinhos Concha y Toro. A festa foi simplesmente incrível: toda decorada em tons de vermelho e ao som de muito rock, foi possível entrar no clima desta edição do vinho, com safra de 2016.

      A lendária marca de vinho acaba de lançar uma edição limitada do Reserva Cabernet Sauvignon em comemoração ao Halloween. Batizado de Devilish Release, o conteúdo da garrafa é o mesmo do rótulo tradicional. A grande novidade fica por conta da embalagem diferenciada, que remete ao tema do Dia das Bruxas.

      A edição limitada Devilish Release já está disponível no e-commerce da marca e pode ser adquirido pelo site, clicando aqui. Também está à venda nas principais lojas do Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo. O preço sugerido é R$ 48,00.

      Para quem não conhece a marca, Casillero del Diablo é uma marca da vinícola Concha y Toro e sua história faz alusão à lendária adega, que existe na sede da vinícola no Chile e boatos espalhados pelo seu fundador, Don Melchor, para tentar evitar que seus melhores vinhos fossem roubados. Em 1933, o empresário espalhou a informação de que o próprio diabo vivia dentro da adega, assombrando o local e quem tentasse levar uma de suas garrafas. A notícia se popularizou e, em pouco tempo, ninguém mais se atrevia a tirar um vinho de lá.
      Casillero, em espanhol, corresponde ao local em que são guardados os melhores vinhos da adega. A lenda nasceu em 1933 e hoje é reconhecida em todo mundo.

      Eu experimentei este Cabernet Sauvignon e super recomendo. É delicioso, assim como todos os vinhos da marca. E a garrafa desta edição especial é tão bonita que vale a pena guardar para decorar a casa depois.

      E aí, o que achou deste lançamento?
      Conta aqui 🙂

        Clube Casillero: venha fazer parte!

         

        Para os amantes dos vinhos da vinícola Concha y Toro, hoje é um dia muito especial: a marca Casillero del Diablo acaba de lançar um clube de relacionamento que visa a fidelização dos clientes da marca, o Clube Casillero. O acesso é gratuito e é possível desfrutar de experiências e benefícios exclusivos.

        Os membros do Clube Casillero terão acesso exclusivo a uma plataforma através de um aplicativo ~ disponível nas plataformas IOS e Android ~ que contém informações em primeira mão sobre as novidades da marca Casillero del Diablo, como promoções e lançamentos. Dentre as vantagens, os associados poderão contar com benefícios exclusivos em diversos estabelecimentos parceiros da Casillero, como: barbearia, academia, estúdio de tatuagem, livraria, floricultura online, cinema, restaurantes, etc. Além disso, a marca possui como parceiros oficiais empresas como Cabify, Grubster e Skull Concept.

        A plataforma ainda terá conteúdos exclusivos sobre vinhos e harmonizações, além de um mapa para encontrar as lojas mais próximas de cada associado. A ideia da marca é aproximar ainda mais o vinho das pessoas, mostrando que é possível harmonizá-lo com qualquer experiência.

        Para quem não conhece, a vinícola Concha y Toro foi fundada em 1883 no Chile e tornou-se a maior empresa vitivinícola da América Latina e quinta empresa do mundo em maior volume comercializado. Em 1996 criou a vinícola Trivento Bodegas y Viñedos na Argentina e em 2011 adquiriu a vinícola californiana Fetzer Vineyards.
        Dentre suas principais marcas estão Casillero del Diablo, Reservado, Trio, Marques de Casa Concha e Don Melchor.

        Casillero del Diablo é uma das marcas mais conhecidas da Concha y Toro e sua história faz alusão à lendária adega que existe na sede da vinícola no Chile. O fundados da marca, Don Melchor, espalhou boatos de que existia um diabo dentro de sua adega a fim de evitar que seus melhores vinhos fossem roubados. Assim, ele conseguiu assombrar o local e quem tentasse levar uma de suas garrafas. Ao longo do tempo a notícia se popularizou e então ninguém mais tinha coragem de roubar seus vinhos. No Brasil a marca está presente há mais de 30 anos.

         

         

        Para acessar o Clube Casillero, basta baixar o aplicativo ~ gratuitamente ~ nas lojas do seu celular. Mais informações, acesse o site clicando aqui.

          Casillero del Diablo: Live Sessions

           

          Ontem foi um dia ~ ou melhor, uma noite ~ muito especial para mim e para o blog! Participei de um projeto muito bacana a convite da minha marca favorita de vinhos, a Casillero del Diablo. A marca começou ontem o “Live Sessions”, que são programas mensais com transmissão ao vivo pela internet.

          O chef da noite foi o masterchef Raul que, junto com o Márcio Mussarela – apresentador do Gourmet Network – comandaram um bate papo muito legal com convidados, acompanhado por música boa, receitas deliciosas e muito vinho para harmonizar tudo isso.

          Ao longo do programa foi possível receber mensagens e perguntas dos internautas, que participaram junto com a gente deste programa.

          Confesso que fiquei bem nervosa com esta experiência, já que foi a primeira vez que entrei ao vivo no Facebook pra tanta gente ao mesmo tempo… mas enfim, deu tudo certo! Família e amigos gostaram bastante do resultado 🙂
          E se você não viu, o “Live Session” está disponível na íntegra no Facebook do Casillero del Diablo. Só clicar na foto abaixo para ver, se divertir e apreciar bons vinhos e bons pratos.  Confira e depois me conta o que achou!

          E aí, o que achou do “Live Sessions” de ontem? Conta aqui! 🙂