Semana 18 – as pessoas e a vida

 

Fevereiro de 2016,

Ele, você, nós! Mesmo sem nome, você já tomou posse de todos os pronomes.

O Carnaval já passou mas continuamos em festa; sua mãe matou a curiosidade de saber seu sexo (ela sempre soube que era um menino) e decidimos deixar o mundo saber que você está a caminho. O próximo desafio é a escolha de um nome e nunca pensei que poderia ser tão difícil. Eu e sua mãe não entramos em um acordo, talvez porque cada nome nos lembra de alguém, de alguma situação e cada um teve suas experiências.

Falando em pessoas, foi muito legal como recebemos várias mensagens de carinho de amigos, colegas e pessoas que por algum tempo fizeram parte de nossas rotinas e que por caprichos da vida acabaram se afastando. Quando você percebe que mesmo com a distância, muitas pessoas que passaram pela sua vida ainda guardam carinho por você é normal ficar pensando o motivo por terem se afastado e até pensar logo em marcar aquele churrasco de reencontro.

No entanto uma frase muito conhecida diz: “Cada um que passa em nossa vida, passa sozinho, mas não vai só, nem nos deixa sós; deixa um pouco de si, leva um pouco de nós.”. E com o passar do tempo você vai perceber que isso é a mais pura verdade e que devemos permitir que a vida siga seu fluxo. Algumas pessoas devem ir para outras chegarem, mas isso não muda o que você sente e nem o que elas sentem por você. O importante é sempre plantar boas lembranças, atitudes de carinho e semear boas recordações para sempre colher carinho.

foto1

Quando se fala em amigos, carinho e coisas boas, um nome sempre me vem a mente, uma pessoa que amou e falou sobre o amor como poucos e com quem eu gostaria muito de ter convivido. Acredito que você já conheça Vinicius de Moraes, mas se ainda não conhece tenho certeza que essa nova descoberta fará muito bem para sua vida.

Em uma parte dessa musica Vinicius diz : ”… A vida é arte do encontro/embora haja tanto desencontro pela vida…”

Espero do fundo da minha alma que você só encontre coisas boas pelo caminho e que também traga muitas coisas boas para o caminho de outras pessoas. Caso encontre algo não tão bom, saiba deixar para trás, coisas que não nos fazem bem não precisam ser carregadas pela vida.

Que você sempre encontre tudo de bom pelo mundo, mas quando não encontrar saiba que estarei aqui para ouvirmos um pouco de Vinicius juntos.

“…Ponha um pouco de amor numa cadência
E vai ver que ninguém no mundo vence
A beleza que tem um samba, não…”

Bjs do seu Pai.

Cartas de hoje, para amanhã sobre o ontem.

 316 total views,  2 views today

    Uma rapaz “de família”, nascido no interior e que veio ainda pequeno pra São Paulo, mas que não deixou o jeito bruto, rústico e sistemático de ser para trás. Trabalho com tecnologia e gosto muito de criar; aliás acho que exercitar a criatividade e botar a mão na massa são a minha praia. Não gosto de fórmulas, receitas, regras e ordens. Acredito que essas coisas limitam nossa capacidade de criar e ir além do que já fizeram. Dizem que sou chato, louco e do contra, mas eu discordo de tudo isso rsrsrs… Sou muito prático. Sou uma tentativa de conciliação entre ser empresário, amigo, dono de casa, cozinheiro, apreciador de cerveja, bom filho e bom vizinho. Mas no final das contas sou apenas mais um cara que gosta muito de estar entre amigos, de musica, cerveja e churrasco.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *
    *