Casa com Estilo: pavê de morango

 

Pra começar a semana com muita cor e muito doce, a nossa parceria com o blog Compras com Estilo trouxe pra cá uma receita que vai te inspirar: pavê de morango. Com uma mesa toda colorida inspirada em ‘Alice no País das Maravilhas’ como aquelas do Chapeleiro Maluco, vamos te deixar com água na boca.

Morango, doce e candy color. Essa é a ideia principal da decoração da mesa, bem alegre e colorida! Mas, a melhor parte fica pro final: essa receita e muito fácil de ser feita e é um sucesso! Testamos, experimentamos e compartilhamos com todos por aqui. Foi unânime; todos que experimentaram amaram o pavê, que é tão saboroso quanto a decoração. Veja como fazer aqui.

Ingredientes:
1 pacote de bolacha tipo maizena
1 lata de leite condensado
1 lata de leite comum
1 caixinha de creme de leite
2 gemas peneiradas
1 colher de sopa de maizena
2 xícaras de chá de morango
1 colher de chá de baunilha
Morango  para decorar

Modo de fazer:
Em uma panela, coloque o leite condensado, o leite (reserve um pouco para dissolver a maizena), as gemas peneiradas levemente batidas, a baunilha e a maizena misturada no leite reservado. Mexa até engrossar (por aqui engrossou em mais ou menos 15 minutinhos, mas não pode parar de mexer). Desligue o fogo e junte o creme de leite com o soro.

Em um refratário, coloque na seguinte ordem: uma camada de bolacha (passe as bolachas no leite rapidamente), uma camada de morangos picados, metade do creme. Repita as camadas terminando com o creme. Decore a seu gosto, com morangos e leve ao freezer por pelo menos duas horas.

E está pronto para servir!

SONY DSC

SONY DSC

img_2220

E aí, o que achou dessa receita? Conta pra gente… tenho certeza que será um sucesso por aí também 🙂

 320 total views,  2 views today

    Paulista de sotaque e raízes caipiras. Aquariana, corinthiana, administradora, eterna romântica e dona de casa amante de panos de prato, potinhos e canecas. Um pouco fotógrafa, aprendiz de escritora, cozinheira em evolução e sempre otimista. Dramática e criativa, atravessando os 30 com histórias [quase] normais.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *
    *