LG e o Dia mundial da água

 

Dia 22 de março foi o Dia mundial da água e, para nos lembrar da importância, economia e uso racional deste bem tão escasso e precioso, a LG me convidou para conhecer a parceria entre a marca e a organização WWF Brasil, além de divulgar os recursos da Lava & Seca Smart Care LG e o novo vídeo institucional do produto.

A intenção do evento foi apresentar a plataforma ‘Campo de Teste’ da LG, os quais os produtos irão enfrentar situações atípicas com diferentes desafios para levar aos consumidores inovação para uma vida melhor, junto com o desenvolvimento de novos hábitos de consumo que economizam água e energia. Neste vídeo que foi lançado nesta semana, a LG prova que é possível usar a máquina de lavar utilizando água extraída de cactos, em pleno deserto do Atacama (Chile).

Neste experimento, a  Lava & Seca LG foi conectada aos cactos, por meio de aparato especialmente desenvolvido, com técnicas não agressivas à natureza para garantir a sobrevivência dos cactos. A lavagem com pouca quantidade de água foi possível, pois a máquina conta com abertura frontal, o que permite lavagem sem a necessidade de encher todo o tambor e assim atingir economia de até 42% de água em cada higienização. Além disso, o produto conta com um sensor de carga inteligente, que calcula a quantidade de água conforme a quantidade de roupas.

As máquinas da LG possuem recursos para otimizar o tempo e ciclo de lavagem de acordo com cada tipo de tecido, economizando água e energia elétrica.

Em tempos de poucos ~ e caros ~ recursos precisamos saber utilizar nossas ferramentas em casa. A máquina apresentada no evento foi a DirectDrive, com capacidade para lavagem de 10,2 kg e secagem de 6 kg. O preço sugerido de venda no mercado é R$ 3.299,00.

Que a gente possa ser cada vez mais consciente com o uso da água em nossa rotina 😉

    Paulista de sotaque e raízes caipiras. Aquariana, corinthiana, administradora, eterna romântica e dona de casa amante de panos de prato, potinhos e canecas. Um pouco fotógrafa, aprendiz de escritora, cozinheira em evolução e sempre otimista. Dramática e criativa, acabou de chegar aos 30 com histórias [quase] normais.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *
    *