Contos de Natal: San

Por San.

IMG_8243

“Eu amo o Natal; a família reunida, a comilança e os presentes, mas diferente da Caubi e do Peu eu sempre tive medo de Papai Noel (meus pais tiveram essa “sorte” e nunca precisaram ficar horas em filas de shopping rsrsrs…) e por isso minha mãe me contou cedo que o Papai Noel não existia, ele era apenas o meu vizinho ou uma outra pessoa fantasiada. Mesmo não acreditando no ‘bom velhinho’, eu sempre penso no Natal como um dia para deixarmos todos os problemas e diferenças de lado e nos unir pelo melhor sentimento no mundo, o amor.

Na minha família a gente sempre comemorou no dia 25. Dia 24 sempre passamos eu, meu pai, minha mãe, minha avó, uma tia e uma prima e depois que a minha avó faleceu ficamos só nos cinco. Atualmente, mais alguns primos passam o dia 24 com a gente, mas mesmo assim não fazemos ceia, apenas um lanchinho,  a “ceia” acontece mesmo no almoço de 25/12. Quando eu era criança eu ia desejar Feliz Natal e trocar os presentes com os meus vizinhos e sempre acabava comendo alguma coisa na casa deles rsrsrs… eu compartilhava de várias ceias!

IMG_8236

Na minha casa meu pai gosta de seguir tradições, montamos a árvore no primeiro domingo de dezembro e desmontamos depois do Dia de Reis, hoje em dia além da árvore temos vários bichinhos que cantam músicas natalinas, eles fazem a alegria de qualquer criança que apareça lá.

IMG_8238

Outra coisa que é diferente na minha casa é que não comemos peru, ninguém gosta. No lugar, comemos bacalhau ou pernil, mas o tender com abacaxi nunca pode faltar rsrsrs… e é claro sempre temos muitos outros acompanhamentos e sobremesas. Atualmente eu e a minha prima nos dividimos na preparação da sobremesa de natal, estamos sempre buscando novas ideias e decorações especiais.

Como a família é pequena todo mundo troca presente, a gente até já tentou fazer amigo secreto, mas não funcionou bem, por isso no Natal sempre saio carregada de presentes, mesmo que sejam ‘só lembrancinhas’ a gente sempre volta para casa com sacolas cheias.

IMG_8240

Natal para mim é isso, muita comida, muitos presentes e principalmente muito amor.”

 665 total views,  2 views today

    Nascida e crescida em São Paulo, 28 anos, filha única com todas as qualidades e os defeitos de não terum irmão. Filha de um japonês e uma baiana, corinthiana e moradora da Zona Leste de São Paulo. Administradora, contadora e auditora por profissão e cozinheira por paixão. Acredito em Deus e no amor. Acredito também que uma caixa de lenço, uma amiga e uma xícara de chocolate quente resolvem todos os problemas (mesmo que por um momento). Amiga para o que der e vier. Sargitariana, teimosa e chorona, gosto de passar horas falando ao vivo. Aprendi a cozinhar com a minha mãe e a minha avó de coração, tenho um gosto especial por doces, principalmente cupcakes. Amo programas culinários, principalmente Jamie Oliver e Claude Troisgros.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *
    *