Os símbolos do Natal: a árvore

E para continuar a série dos símbolos de Natal, que tal saber um pouco mais sobre a origem, a história e as tradições da árvore?

Segundo uma das lendas, a árvore de Natal surgiu na Alemanha no século 16, com Martinho Lutero. Em uma caminhada pela floresta, Lutero  ficou encantado com a visão de um pinheiro coberto de neve e sob o brilho das estrelas no céu. Quando chegou em casa, tentou reproduzir para seus familiares a linda imagem que havia visto, usando galhos de um pinheiro, algodões (para simbolizar a neve) e algumas velas e outros adereços, imitando as estrelas.

A árvore de Natal é tradicionalmente representada pelo pinheiro, que simboliza a vida, a esperança e a alegria, pois esta é uma das poucas árvores se mantém verde e resiste ao intenso frio do inverno europeu. 

Normalmente, a árvore de natal pode ser um pinheiro natural ou mesmo artificial (feita de plástico e com várias cores diferentes). Seguindo a tradição, as famílias enfeitam a árvore com objetos que simbolizam os desejos de Natal ~ como amor, esperança, perdão, alegria ~ que normalmente são as bolas e luzes coloridas.

Vale a pena fazer um desejo a cada enfeite colocado na árvore e celebrar o Natal, torcendo para que seu pedido se torne realidade. 

Tradicionalmente, no dia 6 de janeiro, em que é celebrado o Dia de Reis ~ a chegada dos Três Reis Magos à cidade de Belém onde se encontraram com Jesus Cristo e o presentearam ~ a árvore de Natal é desmontada.

E aí, o que achou das histórias da árvore de Natal? Já deixou a sua pronta para esperar o papai noel com a casa enfeitada este ano?
Conta aqui 🙂 

    Paulista de sotaque e raízes caipiras. Aquariana, corinthiana, administradora, eterna romântica e dona de casa amante de panos de prato, potinhos e canecas. Um pouco fotógrafa, aprendiz de escritora, cozinheira em evolução e sempre otimista. Dramática e criativa, atravessando os 30 com histórias [quase] normais.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *
    *